Funções do empreendedorismo: 13 funções que tornam um empreendedor bem-sucedido

Funções do empreendedorismo: 13 funções que tornam um empreendedor bem-sucedido

O empreendedorismo, como sabemos, é o factor fulcral para novas iniciativas que dão impulso e prosperidade à nossa civilização. Empreendedores são aqueles que percebem o que os outros não viram e agem de acordo com essa percepção.

Portanto, os Empreendedores desempenham funções multivariadas em todas as sociedades, independentemente do seu nível de desenvolvimento.

Peter Kilby, Albert Shapiro, John Burch e outros prescreveram diferentes funções de empreendedorismo ou empreendedorismo das quais podemos derivar funções distintas, mas comuns, de empreendedorismo.

Estes são explicados abaixo;

Tomando iniciativa

O empreendedorismo é uma atividade pró-ativa que realiza tais ações, que outros nem conseguem perceber.

Esta função única do empreendedorismo proporciona à nossa civilização uma grande variedade de produtos, formas de ação, técnicas de produção, etc.

Portanto, tomar iniciativas com esse fim e qualificação é a função primordial do empreendedorismo em qualquer economia.

Organizando Recursos

Organizar implica identificar os recursos necessários para transformar uma determinada ideia em realidade. Os recursos incluem recursos humanos e não humanos.

A organização no empreendedorismo aumentará a produtividade, promoverá novos empreendimentos, distribuirá e supervisionará o trabalho e a responsabilidade e removerá barreiras ao trabalho.

O empreendedorismo, portanto, é a ferramenta para assumir competências e recursos indígenas para fins produtivos.

Identificando oportunidades e perspectivas

O empreendedorismo procura aquelas atividades de valor que tenham uma contribuição económica e social.

Identifica novas oportunidades na arena socioeconómica que têm perspectivas lucrativas, portanto, os empreendedores são chamados de buscadores de esperança em pontos cegos e esta função deve enormemente a nossa sociedade ao empreendedorismo.

Assunção de riscos

O empreendedorismo assume o risco do novo empreendimento.

Para ações inovadoras na área de tecnologia de produção de novos produtos em um mercado volátil e novas matérias-primas utilizadas na produção.

Além disso, também corre o risco de roubo, roubo, queda do mercado e vandalismo que podem estar envolvidos no novo empreendedorismo. Esta é uma função importante do empreendedorismo nos países em desenvolvimento.

Tomando uma decisão

O empreendedorismo é uma iniciativa nova, portanto, tem que decidir questões multivariadas que afetam novos empreendimentos.

O empreendedorismo deve decidir sobre o equipamento a ser utilizado, qualidade, preço e sua variação, deficiência, estrutura de capital, viabilidade do projeto, estrutura organizacional, filosofia de gestão, etc. que irão orientar, administrar e prosperar o novo empreendimento ou tentativa distinta de empreendedorismo.

Nós sabemos isso a tomada de decisão é um processo e o empreendedorismo para ter sucesso, passa por esse processo.

Transferência e Adaptação de Tecnologia

O empreendedorismo em todo o mundo traz tecnologia inventada de diferentes partes do mundo e torna-a apropriada, fazendo os ajustes necessários às condições locais.

Esta função do empreendedorismo envolve identificar a tecnologia apropriada com potenciais de mercado e adaptá-la ao ambiente local.

Às vezes, a tecnologia utiliza materiais indígenas que reduzem custos e desperdício de recursos. Esta função empreendedora praticamente torna o mundo unido em termos de tecnologia homogênea.

Inovação

O empreendedorismo inova um novo processo de produção ou tecnologia, mercado, fontes de novos materiais, gestão, estratégia ou técnica, oportunidade de investimento, etc. que Schumpeter (1934) chama de características fundamentais do empreendedorismo.

No contexto do ambiente em mudança, o empreendedor localiza a oportunidade mais viável para o empreendimento, bem como a tecnologia melhorada ou distinta que proporciona vantagens competitivas ou uma nova oportunidade de prosperidade.

A inovação é um meio criativo de adicionar novas utilidades a situações ou produtos existentes. O empreendedorismo por meio da inovação cria produtos ou operações inovadoras para a sociedade humana.

Promovendo a Autonomia

O empreendedorismo é uma exposição do corpo docente criativo que proporciona satisfação pessoal e independência. A liberdade única de pensar de forma diferente é o ímpeto para o empreendedorismo.

Assim, o empreendedorismo promove a autonomia para criar algo novo e de valor através da aplicação de esforços e tempo dedicados.

Responsabilidade social

O empreendedorismo com sua tecnologia inovadora promove de alguma forma os esforços humanos. Reinicia indústrias fechadas com estratégias e técnicas de gestão inovadoras

Também motiva novos empreendedores e os atrai a se envolverem em um empreendimento empreendedor.

O empreendedorismo fornece novos produtos ou ideias que dão impulso e diversidade à sociedade.

Portanto, o empreendedorismo desempenha uma responsabilidade social que protege o bem-estar, o benefício e o ganho econômico da sociedade. Também promove o padrão da comunidade, fornecendo empregos e comodidades.

Relações Públicas

O empreendedorismo é um novo empreendimento que requer aceitação social por parte dos órgãos reguladores e do público em geral.

O governo, bem como as pessoas que estarão sujeitas ao empreendedorismo, seriam convencidos através de relações públicas a aceitar e permitir que o empresário execute um empreendimento empresarial.

A história conta que muitos empreendedores foram desconsiderados, coagidos e até mesmo eliminados por suas atividades empreendedoras. O fracasso custa caro e, portanto, as relações públicas são uma função significativa do empreendedorismo.

Compartilhamento de experiências

O empreendedorismo pode difundir-se na sociedade através da publicação e partilha das suas histórias de sucesso.

Assim, o empreendedorismo realiza workshops, visitas industriais através das quais a experiência empreendedora em diferentes concelhos pode ser partilhada com uma adaptação generalizada de sucesso.

Esta função beneficiará as economias dos países, bem como os organismos mundiais,

Funções gerenciais

Os empreendedores desempenham diversas funções gerenciais para manter seu empreendimento funcionando com sucesso.

Os papéis são papéis interpessoais que consistem em um papel de figura de proa, um papel de liderança e um papel de ligação; funções informativas que incluem a função de destinatário, a função de disseminador e a função de porta-voz; papéis de decisão que consistem em um papel empreendedor, um papel de manipulador de distúrbios, um papel de alocador de recursos e um papel de negociador.

O empreendedor também desempenha as funções gerenciais associadas, como planejar, organizar, liderar e controlar.

Desenvolvimento Económico Equilibrado

O desenvolvimento económico sustentável requer um desenvolvimento equilibrado entre as diversas regiões e sectores de um país. Cada país tenta garantir uma situação que torne “possível a industrialização em todo o país.

Os empreendedores viabilizam isso estabelecendo empreendimentos comerciais em diversos pontos do país, nos diversos setores da indústria.