Contas a receber: tipos de contas a receber, cálculo e exemplos

Contas a receber: tipos de contas a receber, cálculo e exemplos

Na contabilidade, contas a receber são valores devidos a uma empresa por clientes ou entidades, representando o direito de receber pagamento por bens ou serviços. São classificados como ativos no

O que são contas a receber em contabilidade?

As contas a receber são reclamações contra clientes e outras pessoas por dinheiro, bens ou serviços. Para fins de demonstração financeira, as empresas classificam os recebíveis como circulantes (curto prazo) ou não circulantes (longo prazo).

As empresas esperam cobrar as contas a receber atuais dentro de um ano ou durante o ciclo operacional atual, o que for mais longo.

Eles classificam todos os outros recebíveis como não circulantes. As contas a receber são ainda classificadas no balanço patrimonial como contas a receber comerciais ou não comerciais.

Uma conta a receber é um valor devido por clientes por vendas a prazo. As contas a receber são reclamações contra clientes e outras pessoas por dinheiro, bens ou serviços.

As principais fontes de contas a receber são as atividades operacionais normais de uma empresa, ou seja, vendas a crédito de bens e serviços a clientes.

3 tipos de contas a receber

Os tipos de contas a receber são;

  1. Contas a receber circulantes ou não circulantes,
  2. Contas a receber comerciais ou não comerciais, e
  3. Contas ou notas Contas a Receber.

Contas a receber atuais

Espera-se que as contas a receber atuais sejam cobradas dentro de um ano ou durante o ciclo operacional ou período contábil atual.

Os valores devidos de diretores, conselheiros e acionistas majoritários decorrentes de vendas e sujeitos às condições usuais de crédito são normalmente considerados contas a receber circulantes.

ClienteValor da faturaTermos de pagamentoData de vencimento
Cliente A$1,000Líquido 3015 de junho
Cliente B$500Líquido 158 de junho
Cliente C$2,500Líquido 6020 de julho
Cliente D$800Líquido 455 de julho

Neste exemplo, a tabela inclui colunas para o nome do cliente, o valor da fatura, as condições de pagamento (indicando quando o pagamento é devido) e a data de vencimento da fatura de cada cliente. Todos estes são componentes de contas a receber correntes, que representam os montantes devidos pelos clientes que se espera que sejam cobrados num período relativamente curto, geralmente dentro de um ano.

Recebíveis não circulantes

Espera-se que as contas a receber não circulantes (longo prazo) sejam cobradas por mais de um ou dois anos.

Quando os sinistros surgirem de transações que não sejam vendas e a recuperação atual não estiver garantida, tais itens serão classificados como Contas a receber não circulantes.

MutuárioQuantia principalTaxa de juroData de Vencimento
Empresa X$50,0005%31 de dezembro de 2025
Indivíduo Y$10,0003%15 de março de 2024
Organização Z$100,0004.5%10 de outubro de 2026

Neste exemplo, a tabela inclui colunas para o nome ou identificador do mutuário, o valor principal do empréstimo, a taxa de juros aplicada ao empréstimo e a data de vencimento de cada conta a receber não circulante.

As contas a receber não correntes representam montantes devidos à empresa que não se espera que sejam cobrados num período relativamente curto, normalmente estendendo-se para além de um ano.

Essas contas a receber podem surgir de empréstimos de longo prazo, vendas parceladas ou outros acordos financeiros em que o pagamento é antecipado durante um longo período de tempo.

A empresa acompanha essas contas a receber separadamente das contas a receber atuais para refletir sua natureza de longo prazo e diferentes cronogramas de cobrança.

Contas a receber

As contas a receber comerciais são valores devidos por clientes por mercadorias vendidas e serviços prestados como parte das operações comerciais normais.

Normalmente, as contas a receber comerciais não envolvem juros, embora possam ser adicionados juros ou taxas de serviço se os pagamentos não forem feitos dentro de um período especificado.

  1. Adiantamentos a diretores, subsidiárias e funcionários.
  2. Depósitos para cobrir potenciais danos ou perdas.
  3. Dividendos e juros a receber
  4. Transportadores comuns para mercadorias danificadas ou perdidas.
  5. Clientes para itens retornáveis.
ClienteValor da faturaTermos de pagamentoData de vencimento
Cliente A$1,000Líquido 3015 de junho
Cliente B$500Líquido 158 de junho
Cliente C$2,500Líquido 6020 de julho
Cliente D$800Líquido 455 de julho

Neste exemplo, a tabela inclui colunas para o nome do cliente, o valor da fatura, as condições de pagamento (indicando quando o pagamento é devido) e a data de vencimento da fatura de cada cliente.

Esses componentes representam contas a receber, que são os valores devidos a uma empresa por seus clientes pela venda de bens ou serviços a crédito no curso normal dos negócios.

As contas a receber comerciais são normalmente de curto prazo e são um componente importante do capital de giro de uma empresa. A empresa utiliza essa tabela para acompanhar e gerenciar as contas a receber, garantindo a cobrança tempestiva e monitorando os prazos de pagamento de seus clientes.

Contas a receber não comerciais

As contas a receber não comerciais surgem de uma variedade de transações e podem ser promessas escritas de pagamento ou entrega, por exemplo-

  1. Vendas de títulos ou propriedades que não sejam bens ou
  2. Adiantamentos a diretores e funcionários.
  3. Depósitos para cobrir possíveis danos ou
  4. Transportadores comuns para mercadorias danificadas ou perdidas.

Certamente! Aqui está um exemplo de tabela que ilustra contas a receber não comerciais:

DevedorQuantiaData de vencimento
Empréstimo A$50,00030 de junho de 2024
Depósito de aluguel$2,00015 de julho de 2023
Empréstimo para funcionários$10,00031 de dezembro de 2023
Reembolso do fornecedor$1,50010 de agosto de 2023

Neste exemplo, a tabela inclui colunas para o devedor (a entidade que deve o dinheiro), o valor devido e a data de vencimento de cada conta a receber não comercial.

As contas a receber não comerciais referem-se a valores devidos a uma empresa que não estão diretamente relacionados com a venda de bens ou serviços no curso normal dos negócios. Eles podem surgir de diversas transações, como empréstimos concedidos a funcionários ou terceiros, depósitos de aluguel ou reembolsos de fornecedores.

Essas contas a receber são normalmente classificadas separadamente das contas a receber de clientes, pois envolvem diferentes tipos de transações e podem ter prazos ou condições de pagamento diferentes. A empresa utiliza essa tabela para acompanhar e gerenciar suas contas a receber não comerciais, garantindo a cobrança tempestiva e o monitoramento dos prazos de vencimento de cada devedor.

Contas a receber

Contas a receber são promessas orais de compras para pagamento de bens e serviços vendidos. Eles normalmente podem ser coletados dentro de 30 a 60 dias.

ClienteValor da faturaTermos de pagamentoData de vencimento
Cliente A$1,000Líquido 3015 de junho
Cliente B$500Líquido 158 de junho
Cliente C$2,500Líquido 6020 de julho
Cliente D$800Líquido 455 de julho

Neste exemplo, a tabela inclui colunas para o nome do cliente, o valor da fatura, as condições de pagamento (indicando quando o pagamento é devido) e a data de vencimento da fatura de cada cliente. Esses componentes representam contas a receber, que são os valores pendentes devidos a uma empresa por seus clientes por bens ou serviços prestados a crédito.

As contas a receber refletem as vendas a crédito feitas pela empresa e são normalmente ativos de curto prazo que devem ser cobrados em um período relativamente curto, geralmente dentro de um ano.

A empresa utiliza esta tabela para rastrear e gerenciar suas contas a receber, garantindo a cobrança tempestiva dos pagamentos pendentes e monitorando os prazos de vencimento das faturas de cada cliente.

Notas a Receber

Notas a receber são promessas de pagamento de uma determinada quantia em uma data futura especificada. Eles podem surgir de vendas, financiamento ou outras transações. As notas podem ser de curto ou longo prazo.

MutuárioQuantia principalTaxa de juroData de Vencimento
Empresa X$50,0005%31 de dezembro de 2025
Indivíduo Y$10,0003%15 de março de 2024
Organização Z$100,0004.5%10 de outubro de 2026

Neste exemplo, a tabela inclui colunas para o nome ou identificador do mutuário, o valor principal da nota, a taxa de juros aplicada à nota e a data de vencimento de cada nota a receber.

As notas a receber representam promessas formais por escrito dos mutuários de reembolsar uma quantia específica de dinheiro ao credor em uma data futura. Essas notas podem ser emitidas por diversos motivos, como empréstimos concedidos pela empresa a outras entidades ou pessoas físicas. Eles normalmente especificam taxas de juros e datas de vencimento; neste ponto, o mutuário deve reembolsar o valor do principal mais quaisquer juros acumulados.

A empresa usa esta tabela para rastrear e gerenciar suas notas a receber, monitorar o cronograma de reembolso, calcular os juros auferidos e garantir a cobrança oportuna do pagamento do principal e dos juros.

Diário importante para contas a receber

1Bem comprado em dinheiro
Ar condicionado adquiridoDébito 
Para descontar A/C Crédito
2Ativos específicos adquiridos em dinheiro
Ativos Específicos A/CDébito 
Para descontar A/C Crédito
3Bens vendidos em dinheiro
Ar condicionado em dinheiroDébito 
Para vendas A/C Crédito
4Vendeu ativos específicos em dinheiro
Ar condicionado em dinheiroDébito 
Para ativos específicos A/C Crédito
5Bens adquiridos por conta
Ar condicionado adquiridoDébito 
Para Contas a Pagar - Nome do credor A/C Crédito
6Ativos específicos adquiridos por conta
Ativos Específicos A/CDébito 
Para Contas a Pagar - Nome do credor A/C Crédito
7Bens vendidos por conta
Contas a Receber: Nome do devedor A/CDébito 
Para vendas A/C Crédito
8Vendeu ativos específicos por conta
Contas a Receber - Nome do devedor A/CDébito 
Para ativos específicos A/C Crédito
9Emiti nota ao Credor para compra por conta
Ar condicionado adquiridoDébito 
Para notas a pagar AC Crédito
10Recebeu uma nota do devedor para vendas por conta
Notas a Receber ACDébito 
Para vendas A/C Crédito
11Recebi uma nota de Contas a Receber
Notas a receber A/CDébito 
Nome de contas a receber do devedor A/C Crédito
12Emitiu nota para Contas a Pagar
Contas a Pagar - Nome do credorDébito 
Para notas a pagar A/C Crédito
13Dinheiro recebido em Notas a Receber do devedor no seu vencimento
Ar condicionado em dinheiroDébito 
Para Notas a Receber A/C Crédito
14Dinheiro pago em Notas a Pagar ao Credor no vencimento
Notas a pagar A/CDébito 
Para descontar A/C Crédito
15Nota Descontada no Banco com receita líquida de juros antes do vencimento
Ar condicionado em dinheiroDébito 
Para Notas a Receber Descontadas Crédito
Para receita de juros Crédito
16Nota descontada no Banco com despesas líquidas de juros antes do vencimento
Ar condicionado em dinheiroDébito 
Despesas de juros A/CDébito 
Para Notas a Receber Descontadas Crédito
17Nota não remunerada com desconto no Banco antes do vencimento
Ar condicionado em dinheiroDébito 
Despesas de juros A/CDébito 
Para Notas a Receber Descontadas
(Aqui despesas com juros significam desconto)
 Crédito
18Títulos cobrados a receber descontados pelo banco no vencimento
Notas a receber com desconto A/CDébito 
Para Notas a Receber A/C
(Cancelou as notas originais a receber inimigas pagas no vencimento)
 Crédito
19Desonrado não pelo devedor ou contas a receber
Nome da conta a receber do devedor A/CDébito 
Para ganhar dinheiro
(Pago em dinheiro ao banco por nota desonrada)
 Crédito
20Dinheiro pago em notas pagáveis no vencimento
Notas a pagar A/CDébito 
Despesas de juros A/CDébito 
Para dinheiro Crédito
21Desonrou as notas a pagar (não para pagamento ao credor no vencimento)
Notas a pagar A/CDébito 
Para Contas a pagar – Nome do credor Crédito
22Provisão estimada para devedores duvidosos em contas a receber
Despesas com dívidas inadimplentes A/CDébito 
Para Provisão para devedores duvidosos Crédito
23Contas a receber baixadas contra provisão para devedores duvidosos como incobráveis
Provisão para devedores duvidosos A/CDébito 
Para contas a receber Crédito
24Contas a receber baixadas diretamente como incobráveis
Despesas com dívidas inadimplentes A/CDébito 
Para contas a receber Crédito
25Contas a receber baixadas para recuperação
Contas a Receber A/CDébito 
Para Provisão para devedores duvidosos/Despesas com devedores duvidosos
(Contas a receber reinstaladas para recuperação)
 Crédito
Dinheiro recebido de contas a receber
Ar condicionado em dinheiroDébito 
Para contas a receber Crédito
Ou; Recebeu dinheiro de contas a receber com juros
Ar condicionado em dinheiroDébito 
Para contas a receber Crédito
Para receita de juros Crédito

Índice de rotatividade de contas a receber

Os analistas freqüentemente calculam índices financeiros para avaliar a liquidez das contas a receber de uma empresa. Para avaliar a liquidez dos recebíveis, utilizam o índice de rotatividade de recebíveis. Esse índice mede o número de vezes, em média, que uma empresa.

Diferença entre penhor de contas a receber e factoring de contas a receber

Pontos de DistinçãoPenhor de contas a receberFactoring de recebíveis
DefiniçãoUm penhor de contas a receber cria um empréstimo garantido de curto prazo por meio do penhor de contas a receber como garantia a uma instituição financeira.O factoring envolve a venda de contas a receber com desconto.

Embora o factoring não seja uma forma de empréstimo garantido de curto prazo, ele envolve o uso de contas a receber para obter os fundos necessários de curto prazo.
ProcessoA garantia de contas a receber envolve:

Fornecer a lista de contas a receber para um banco.

Correspondência dos termos das garantias e dos termos do empréstimo.

Dedução de margens e outras deduções.

Fornecendo valor líquido de adiantamento.
O factoring A/R envolve um processo semelhante, mas apenas ajustes adicionais são necessários para a comissão de factoring.
Custo de jurosO custo dos juros do penhor A/R é 2-5% maior do que a taxa básica de jurosFactoring A/R envolve comissão e custo de juros
Consideração de dívida inadimplenteO mutuário deve considerar a perda por dívida inadimplente, pois ainda é o proprietário do A/R.O mutuário não considera a inadimplência, pois o A/R é vendido ao fator.
Poupança de custosPrometer contas a receber não economiza nenhum custoFactoring economiza; Custos administrativos e perdas com dívidas incobráveis