Demonstração do Fluxo de Caixa: Processo e Exemplos [Guia Completo]

Demonstração do Fluxo de Caixa: Processo e Exemplos [Guia Completo]

Uma demonstração de fluxo de caixa significa demonstrações relacionadas a informações sobre entrada e saída de dinheiro. Hoje em dia, na preparação das demonstrações financeiras, a demonstração dos fluxos de caixa é considerada um elemento importante. Geralmente, uma demonstração de fluxo de caixa é preparada para um determinado período ou ano financeiro.

O objetivo principal da demonstração do fluxo de caixa é ajudar a administração na tomada de decisões e na elaboração de um plano, fornecendo informações atualizadas sobre as entradas e saídas de caixa de qualquer período contábil.

Durante o ano de 1960, a demonstração dos fluxos de caixa foi considerada com a devida importância nos Estados Unidos da América.

Neste contexto, o Comité das Normas Internacionais de Contabilidade introduziu a Norma Internacional de Contabilidade-7 sobre a demonstração dos fluxos de caixa, considerando a sua importância.

Mais tarde, em 1992, foi publicado em formas modificadas.

Demonstração do fluxo de caixa significa entrada e saída de dinheiro de um determinado período que é dividido em:

  1. Fluxo de caixa das atividades operacionais,
  2. Fluxo de caixa das atividades de investimento e
  3. Fluxo de caixa das atividades de financiamento; e
  4. Determina o valor separadamente para cada cabeça e apresenta divulgação do mesmo.

Assim, as empresas apresentam dinheiro e itens equivalentes a caixa que são mostrados em seu balanço patrimonial.

Na seção - J da Norma Internacional de Contabilidade - 7, afirma-se que uma demonstração financeira completa contém uma demonstração de resultados, balanço patrimonial, demonstração de lucros retidos, demonstração de fluxo de caixa e princípios contábeis e notas às demonstrações financeiras.

Portanto, a demonstração do fluxo de caixa é considerada um elemento importante da demonstração financeira.

Uma demonstração de fluxo de caixa significa uma demonstração relativa a informações sobre a entrada e saída de dinheiro. Hoje em dia, na preparação das demonstrações financeiras, a demonstração dos fluxos de caixa é considerada um elemento importante.

A demonstração do fluxo de caixa desempenha um papel importante na tomada de decisões e no planejamento de investidores, credores e administração.

Objetivos da demonstração do fluxo de caixa

O principal objetivo da preparação de demonstrações de fluxo de caixa para um determinado período contábil é apresentar informações sobre as entradas e saídas de caixa.

Além do mais,

Apresenta o investimento e as atividades financeiras de uma empresa durante um determinado período. Também cumpre os seguintes objetivos;

  • Garantir um fluxo de caixa positivo futuro é particularmente preocupante.
  • Garantir a capacidade de uma organização pagar dividendos.
  • A identificação de itens não monetários garante receitas e despesas em dinheiro preocupantes.
  • Comparando vários itens do ano corrente com os do ano passado.

Conhecer o caixa e equivalentes de caixa e terceirizar a entrada de uma empresa para um determinado período.

Além disso, a demonstração do fluxo de caixa desempenha um papel importante no planejamento e controle dos cursos de ação futuros de uma empresa.

Também ajuda os acionistas e potenciais investidores na tomada de decisões de curto e longo prazo.

Classificação da demonstração do fluxo de caixa

O fluxo de caixa é dividido em três partes.

  1. Fluxo de caixa das atividades operacionais.
  2. Fluxo de caixa das atividades de investimento.
  3. Fluxo de caixa das atividades de financiamento.

Vantagens da demonstração do fluxo de caixa

A demonstração dos fluxos de caixa é reconhecida como parte indispensável das demonstrações financeiras pelas suas características.

Existe a utilização da demonstração dos fluxos de caixa na forma de caixa e equivalentes de caixa como ativo circulante e sua influência direta nos ativos fixos e outros ativos circulantes.

Os três principais elementos das demonstrações financeiras, balanço, declaração de rendae demonstrações de fluxo de caixa representam uma posição financeira, tendência e atividades de negócios de uma empresa, respectivamente.

As principais vantagens decorrentes da demonstração do fluxo de caixa são as seguintes;

  • Ele fornece informações relacionadas ao fluxo de caixa, diferença de ativos líquidos e liquidez de uma empresa.
  • Ele fornece informações relacionadas ao tamanho e tipo de dinheiro e equivalentes de dinheiro.
  • Ajuda a empresa a ter uma ideia das posições de caixa futuras.
  • Na preparação de relatórios, apresenta eventos e transações sob diferentes ângulos pelos quais a administração pode tomar decisões polivalentes.
  • A demonstração do fluxo de caixa preparada com informações históricas auxilia na determinação do fluxo de caixa futuro da empresa.
  • Uma demonstração de fluxo de caixa preparada principalmente pode ser comparada à demonstração de fluxo de caixa preparada considerando o atual aumento e queda de preço.
  • Uma demonstração de fluxo de caixa em três partes apresenta o verdadeiro quadro financeiro preocupante.

Dinheiro e equivalente a dinheiro

De acordo com a seção 6 da Norma Internacional de Contabilidade – 7 dinheiro significa dinheiro em mãos e dinheiro no banco.

Dinheiro em mãos significa dinheiro em notas e moedas, que são guardadas na caixa.

Além disso, títulos-prêmio, instrumentos negociáveis, vales postais, cheques não depositados, cheques bancários, ordens de pagamento bancário também são considerados como dinheiro.

Depósito bancário significa dinheiro depositado no banco e pagável à vista.

Na seção 6, afirma-se ainda que caixa e equivalentes de caixa incluem ativos de curto prazo de alta liquidez, facilmente conversíveis em caixa e mensuráveis em termos de dinheiro. Portanto, os equivalentes de caixa são;

  • Convertível em dinheiro no prazo de três meses.
  • Altamente líquido e capaz de pagar dívidas.
  • Facilmente conversível em dinheiro e sem risco.

Importância da demonstração do fluxo de caixa

A demonstração do fluxo de caixa é um exemplo importante e necessário de gestão de caixa. Como a demonstração do fluxo de caixa é preparada por registros de caixa, ela é muito importante na avaliação da posição de caixa de uma empresa.

Às vezes, uma empresa enfrenta problemas no pagamento de dividendos e imposto de renda devido à falta de dinheiro, embora obtenha lucro suficiente.

Novamente, dinheiro suficiente pode permanecer no negócio, pois seu lucro não é suficiente.

As razões pelas quais surgem estas situações não podem ser conhecidas diretamente a partir da demonstração dos resultados e do balanço, mas podem ser conhecidas a partir da demonstração dos fluxos de caixa.

Considerando a importância das demonstrações de fluxo de caixa hoje em dia, a demonstração de fluxo de caixa também é preparado juntamente com demonstrações financeiras.

A importância e a necessidade da demonstração do fluxo de caixa são declaradas a seguir;

Avaliação da posição de caixa

Como a demonstração do fluxo de caixa é preparada por registros de caixa, ela é muito útil na avaliação da posição de caixa de uma empresa.

A quantia esperada de caixa ajuda a administração na decisão sobre Investimentos de curto prazo.

Ao contrário, se surgir falta de caixa, a administração pode descobrir as possíveis fontes de caixa para fazer face a diversas despesas.

Tendo uma ideia da posição de caixa futura

Por meio de informações diversas, é preparada uma demonstração provável do fluxo de caixa para que se possa ter uma ideia clara da posição futura de caixa por meio de um planejamento e ajustes nas atividades financeiras.

Com a ajuda desta declaração, uma empresa pode descobrir as fontes de dinheiro necessárias e a quantidade de dinheiro a ser gasta em diferentes cabeças.

Correção de decisão

A comparação é feita entre a demonstração do fluxo de caixa histórico e uma demonstração do fluxo de caixa projetado. Caso seja constatado algum desvio, a administração poderá tomar medidas corretivas.

Imagem da posição de liquidez

Toda organização empresarial deve possuir a liquidez necessária. À luz disso, a demonstração do fluxo de caixa é preparada e comparada com as de organizações empresariais semelhantes e departamentos envolvidos da organização.

Nesse caso, pode-se saber se a tendência da liquidez está em andamento ou em graus.

Enquadrando o planejamento de longo prazo

No caso de investimento e financiamento, tanto a quantidade de caixa quanto o tempo são significativos para a gestão. Uma demonstração de fluxo de caixa projetada ajuda a administração nesse aspecto.

A demonstração do fluxo de caixa ajuda muito no que diz respeito ao pagamento de empréstimos, pagamento de capital social preferencial, substituição de ativos fixos e outros planos de longo prazo.

Procurando soluções para vários problemas

As respostas a várias perguntas podem ser obtidas na demonstração do fluxo de caixa.

Por exemplo, como foi obtido o lucro líquido, para onde foi esse lucro, por que motivo não foi possível pagar dividendos apesar do lucro suficiente, como será pago o imposto, que tipos de activos fixos foram adquiridos num determinado exercício financeiro, se houve algum ativos fixos foram vendidos se vendidos, como esse dinheiro foi utilizado, etc.

Mais importante do que uma demonstração de fluxo de fundos

No caso de investimento de curto prazo, uma vez que o caixa é mais importante que o capital de giro, a demonstração do fluxo de caixa é mais importante do que a demonstração do fluxo de fundos para análise financeira de curto prazo.

Útil para terceiros interessados

A demonstração do fluxo de caixa não é menos importante para quem utiliza as demonstrações financeiras publicadas de uma empresa. Os credores potenciais estão sempre ansiosos por saber sobre a posição de liquidez preocupante antes de realizar qualquer transação.

Eles também gostam de estar cientes da capacidade de obtenção de lucros da empresa.

A demonstração do fluxo de caixa ajuda em ambos os casos. Os bancos e as autoridades fiscais também dependem muito da demonstração dos fluxos de caixa.

Limitações da demonstração do fluxo de caixa

Embora a demonstração do fluxo de caixa seja um elemento importante da gestão de caixa, ela apresenta algumas limitações.

As limitações da demonstração do fluxo de caixa são discutidas abaixo:

  1. A diferença de opinião relativa à palavra – 'Dinheiro': A palavra “dinheiro” é facilmente compreensível pelas pessoas comuns, mas difícil de explicar ou definir. Num sentido mais amplo, os selos, cheques, vales postais, etc. devem ser incluídos no título de dinheiro. Mas prevalecem grandes diferenças de opinião neste assunto. O princípio aceite ainda não está estabelecido a este respeito.
  2. Uma imagem clara da posição de caixa não está disponível: As fontes de entrada e saída de caixa podem ser conhecidas na demonstração do fluxo de caixa. Mas não é possível obter uma imagem clara do caixa a partir da demonstração dos fluxos de caixa, uma vez que alguns itens equivalentes a caixa são excluídos.
  3. Demonstração do fluxo de fundos mais importante: Como o capital de giro é considerado um conceito mais amplo do fundo, a demonstração do fluxo de fundos é mais importante do que a demonstração do fluxo de caixa. Porque a demonstração do fluxo de fundos apresenta uma imagem clara do fundo.
  4. Incapaz de determinar o valor a ser gasto em ativos fixos e investimentos de longo prazo: A demonstração do fluxo de caixa não consegue determinar o valor a ser gasto em ativos fixos e investimentos de longo prazo.

Corrigir números ausentes na demonstração do fluxo de caixa

Geralmente, uma demonstração de fluxo de caixa é preparada para um determinado período ou ano financeiro.

O balanço e a demonstração de resultados são fontes de informação. As informações coletadas dessas duas demonstrações são agrupadas em três partes na demonstração do fluxo de caixa.

A entrada e saída líquida de caixa para um determinado período ou ano financeiro podem ser conhecidas a partir da demonstração do fluxo de caixa.

O saldo de caixa final é determinado para adicionar o saldo de caixa inicial à entrada líquida de caixa.

Como corrigir números ausentes na demonstração do fluxo de caixa

As três partes – contêm com as quais a demonstração do fluxo de caixa é preparada são;

  1. Fluxo de caixa das atividades operacionais,
  2. Fluxo de caixa das atividades de investimento, e
  3. Fluxo de caixa das atividades de financiamento.

As técnicas para determinar os números faltantes de três partes do fluxo de caixa são discutidas abaixo;

Fluxo de caixa das atividades operacionais

O fluxo de caixa das atividades operacionais significa entrada e saída de caixa por meio das atividades comerciais. A entrada de caixa depende principalmente das vendas, e a saída de caixa depende das despesas do negócio.

  • Coleta de dinheiro: Os recebimentos ou cobranças de caixa estão relacionados ao fluxo de caixa das atividades operacionais. Como a cobrança de dinheiro não é mencionada diretamente no problema, ela é apurada por meio do ajuste de diversas contas. Nesse caso, a cobrança de caixa é determinada somando os recebíveis iniciais com as vendas líquidas do ano e subtraindo os recebíveis finais. Além disso, também se somam outras receitas, se houver, como, por exemplo, venda de sucatas, juros sobre investimentos, etc.
  • Pagamento em dinheiro: Neste caso, um total de diversas despesas, exceto despesas de depreciação, é adicionado ao custo dos produtos vendidos para determinar o valor total do pagamento em dinheiro.
  • Aumento-diminuição do ativo circulante e do passivo circulante: Neste caso, é contabilizada a diferença entre o ativo circulante e o passivo circulante do ano corrente e do ano anterior. Ajustando as três etapas mencionadas acima, é determinada a entrada ou saída de caixa das atividades operacionais.

Fluxo de caixa das atividades de investimento

A entrada ou saída de caixa para um determinado período é determinada a partir da entrada e saída de ativos fixos de uma empresa. Nesse caso, geralmente, é marcada a saída de caixa.

Fluxo de caixa das atividades de financiamento

O financiamento é feito para a realização das atividades globais de uma empresa. É determinado o valor da entrada de caixa do financiamento para um determinado período ou ano.

A entrada ou saída de caixa é determinada levando em consideração a venda de novas ações no mercado, o pagamento de dividendos, a tomada de empréstimo de longo prazo, o resgate de títulos, etc.

O resultado líquido da entrada e saída de caixa para um determinado período de um negócio pode ser conhecido a partir das três etapas mencionadas acima.

O saldo final de caixa é determinado para adicionar o saldo inicial de caixa ao fluxo de caixa líquido.

Se o saldo final de caixa determinado for igual ao saldo final de caixa mostrado nos balanços, presume-se que a demonstração do fluxo de caixa está correta.

3 Principais atividades em que se classifica a Demonstração do Fluxo de Caixa. ou
Descreva as 3 categorias de ajustes que convertem o lucro líquido em CFO

Existem três tipos de informações utilizadas para as demonstrações financeiras obtidas do SCF.

Agora, os três sistemas de informação são os seguintes:

  1. Atividades operacionais: As atividades operacionais referem-se à demonstração do resultado, bem como aos itens do balanço patrimonial, principalmente contas a receber de capital de giro, estoques, pré-pagamento, contas a pagar e provisões. O SFAS95 também especifica que não tem natureza de investimento ou financiamento, por exemplo, o valor recebido para liquidação de uma ação judicial.
  2. Atividades Financeiras: Inclui a obtenção de recursos dos proprietários e o fornecimento de retorno sobre o investimento.
  3. Atividades de investimento: Essas atividades incluem adquirir e vender ou de outra forma alienar títulos que não sejam equivalentes a caixa e ativos produtivos que deverão gerar receita no longo prazo. Por exemplo, as receitas de empréstimos devem ser relatadas separadamente das aquisições de ativos para reembolso, separadamente das cessões de ativos.

Discuta as vantagens da abordagem dos padrões contábeis internacionais para a demonstração do fluxo de caixa?

Há tantas vantagens da abordagem dos padrões contábeis internacionais para a demonstração do fluxo de caixa. Agora existem os seguintes:

  1. Caixa proveniente de atividades de investimento: na demonstração dos fluxos de caixa, a venda de ativo imobilizado representa uma atividade de investimento.
  2. As variações líquidas em dinheiro podem ser obtidas a partir de variações líquidas em todas as outras contas do balanço patrimonial.
  3. O fluxo de caixa é universalmente reconhecido como o ativo mais líquido.
  4. O fluxo de caixa é fundamental para a reconstrução de muitas transações, o que é um importante processo analítico e habilidade.
  5. A demonstração financeira de que uma demonstração de fluxo de caixa seria mais útil do que qualquer “outra demonstração de fluxo de fundos”.
  6. Demonstração do fluxo de caixa para ajudar a preparar as demonstrações financeiras, relatando a posição financeira e o resultado da operação.
  7. Ele fornece uma estrutura útil para compreender a interação entre o caixa e todas as outras contas do balanço.