Contabilidade Gerencial: Definição, Funções, Objetivos, Funções

Contabilidade Gerencial: Definição, Funções, Objetivos, Funções

A contabilidade gerencial é o fornecimento de informações financeiras e não financeiras aos gestores. Na contabilidade gerencial ou contabilidade gerencial, os gestores utilizam as disposições da informação contábil para se informarem melhor antes de decidirem assuntos dentro de suas organizações, o que lhes permite administrar melhor e desempenhar funções de controle.

A parte da contabilidade que auxilia os gestores na tomada de decisões fornecendo informações contábeis é chamada de contabilidade gerencial.

A contabilidade gerencial é um ramo especial da contabilidade. É uma inovação moderna e científica da contabilidade. A contabilidade gerencial é a contabilidade para uma gestão eficaz.

Significado e Definição de Contabilidade Gerencial

Contabilidade gerencial é o processo de identificação, medição, acumulação, análise, preparação, interpretação e comunicação de informações que auxilia os executivos no cumprimento dos objetivos organizacionais.

Ajuda a gestão a desempenhar todas as suas funções, incluindo planejamento, organização, contratação de pessoal, direção e controle. Em outras palavras, a área da contabilidade que fornece informações econômico-financeiras aos gestores e demais usuários internos é chamada de contabilidade gerencial.

Algumas belas definições de contabilidade gerencial são mencionadas abaixo:

O Institute of Chartered Accountants of England and Wales define: “Management Accouaung é aquela forma de contabilidade que permite que um negócio seja conduzido de forma mais eficiente”.

De acordo com RN Anthony, “A Contabilidade Gerencial se preocupa com as informações contábeis que são úteis para a gestão”.

O professor J Batty define: “É o termo usado para descrever os métodos, sistemas e técnicas contábeis que, aliados a conhecimentos e habilidades especiais, auxiliam a administração em sua tarefa de maximizar lucros ou minimizar perdas”.

O Institute of Cost and Management Accountants London definiu, “Contabilidade de Gestão como a aplicação de conhecimento e habilidade profissional na preparação de informações contábeis de forma a auxiliar a gestão na formulação de políticas e no controle de planejamento da operação do empreendimentos”.

Da mesma forma, de acordo com a American Accounting Association, “Inclui os métodos e conceitos necessários para um planeamento eficaz para a escolha entre ações empresariais alternativas e para o controlo através da avaliação e interpretação de desempenhos.

A partir das definições acima, podemos dizer que a parte da contabilidade que fornece informações aos gestores para uso no planejamento, controle de operações e tomada de decisões é chamada de contabilidade gerencial.

Características/Natureza da Contabilidade Gerencial

A natureza/características da contabilidade gerencial podem ser resumidas em:

  • A contabilidade gerencial é uma técnica de natureza seletiva. Não utiliza todos os dados fornecidos pelos registros financeiros. Ele seleciona e coleta apenas as informações de diferentes registros financeiros (como conta de lucros e perdas ou balanço patrimonial), que são relevantes e úteis para a administração tomar decisões importantes sobre diferentes aspectos do negócio.
  • A contabilidade gerencial está preocupada com o futuro. Ele coleta e analisa dados para planejar o futuro. A principal função da administração é decidir sobre o futuro curso de ação. A contabilidade gerencial, com a ajuda de diferentes técnicas, formata o futuro curso de ação.
  • A Contabilidade Gerencial disponibiliza informações úteis que auxiliam a gestão no planejamento e na tomada de decisões. Ele só pode fornecer informações, mas não pode proibir. Cabe à administração até que ponto isso. Pode fazer uso das informações dependendo de sua eficiência e sabedoria.
  • A contabilidade gerencial estuda a relação entre causas e efeitos. A contabilidade financeira analisa e analisa as causas responsáveis pelos lucros ou perdas. A contabilidade gerencial tenta estudar a relação de causa e efeito analisando as diferentes variáveis que afetam os lucros e a lucratividade do negócio.
  • A contabilidade gerencial não está sujeita às regras da contabilidade financeira. Os procedimentos de contabilidade financeira são elaborados com base em GAAPs.

Funções da Contabilidade Gerencial

A função básica da contabilidade gerencial é auxiliar a administração no desempenho eficaz de suas funções. As funções da gestão são planejar, organizar, dirigir e controlar.

Funções da Contabilidade Gerencial

A contabilidade gerencial faz parte da contabilidade. Desenvolveu-se a partir da necessidade de fazer mais uso da contabilidade para a tomada de decisões gerenciais.

A contabilidade gerencial auxilia no desempenho de cada uma dessas funções das seguintes formas:

  1. Fornece dados

A contabilidade gerencial serve como uma fonte vital de dados para o planejamento gerencial. As contas e os documentos são um repositório de uma vasta quantidade de dados sobre o progresso passado da empresa, o que é essencial para fazer previsões para o futuro.

  1. Modifica dados

A contabilidade gerencial modifica os dados contábeis disponíveis, reorganizando-os de forma que se tornem úteis para a gestão.

A modificação de dados em grupos semelhantes torna os dados mais úteis e compreensíveis. Os dados contábeis necessários às decisões de gestão são devidamente compilados e classificados.

Por exemplo, os números de compras para meses diferentes podem ser classificados para saber o total de compras feitas durante cada período em termos de produto, fornecedor e território.

  1. Comunicação

A contabilidade gerencial é um importante meio de comunicação. Diferentes níveis de gestão (superior, médio e inferior) necessitam de diferentes tipos de informação.

A gestão de topo necessita de informação concisa em intervalos relativamente longos, a gestão intermédia necessita de informação regularmente e a gestão inferior está interessada em informação detalhada em intervalos curtos.

A contabilidade gerencial estabelece a comunicação dentro da organização e com o mundo exterior.

  1. Analisa e interpreta dados

Os dados contábeis são analisados de forma significativa para um planejamento e tomada de decisões eficazes. Para tanto, os dados são apresentados de forma comparativa, são calculados índices e projetadas tendências prováveis.

  1. Serve como meio de comunicação

A contabilidade gerencial fornece um meio de comunicar os planos de gerenciamento para cima, para baixo e para fora da organização.

Inicialmente, significa identificar a viabilidade e consistência dos vários segmentos do plano. Nas fases posteriores, mantém todas as partes informadas sobre os planos acordados e os seus papéis nesses planos.

  1. Facilita o controle

A contabilidade gerencial ajuda a traduzir determinados objetivos e estratégias em metas específicas para serem alcançadas em um prazo especificado e garante o cumprimento efetivo dessas metas de forma eficiente. Tudo isso é possível através controlo orçamental e o custeio padrão, que é parte integrante da contabilidade gerencial.

  1. Utiliza também informações qualitativas

A contabilidade gerencial não se restringe aos dados financeiros para auxiliar a gestão na tomada de decisões, mas também utiliza informações que podem ser medidas em termos monetários. Essas informações podem ser coletadas de pesquisas especiais, compilações estatísticas, registros de engenharia, etc.

  1. Para auxiliar no planejamento.

A Contabilidade Gerencial auxilia a gestão no planejamento e também na formulação de políticas, fazendo previsões sobre a produção, vendendo a entrada e saída de caixa, etc.

Não só isso, mas também pode prever quanto poderá ser necessário de cursos de acção alternativos ou a taxa de retorno esperada daquele local e, ao mesmo tempo, decidir sobre o programa de actividades a realizar.

  1. Para ajudar na organização.

Através da elaboração de orçamentos e da determinação de centros de custos específicos, entrega os recursos a cada centro e delega as respetivas responsabilidades para garantir a sua correta utilização.

Como resultado, cresce um inter-relacionamento entre as diferentes partes da empresa.

  1. Tomando uma decisão

A contabilidade gerencial fornece dados contábeis e informações estatísticas necessárias ao processo de tomada de decisão, o que afeta de forma vital a sobrevivência e o sucesso do negócio.

A contabilidade gerencial fornece informações analíticas sobre diversas alternativas e a escolha da gestão é facilitada.

  1. Para auxiliar na motivação.

Ao definir metas, planear as melhores ações económicas e também medir o desempenho dos colaboradores, procura aumentar a sua eficiência e, em última análise, motivar a organização como um todo.

  1. Para coordenar

Ajuda a gestão na coordenação de todas as atividades da empresa, primeiro preparando os orçamentos funcionais, depois co-coordenando todas as atividades da empresa, primeiro, preparando os orçamentos funcionais, depois co-coordenando todas as atividades integrando todas as atividades funcionais orçamentos em um que atende pelo nome de 'Orçamento Mestre'.

Desta forma, auxilia a gestão ao coordenar as diferentes partes do empreendimento. Além disso, a coordenação global não é de todo possível sem controlo orçamental.»

  1. Controlar

O trabalho real realizado pode ser comparado com 'Normas' para permitir que a gestão controle eficazmente os desempenhos.

Finalidade e objetivos da contabilidade gerencial

O objetivo principal da Contabilidade Gerencial é permitir que a gestão maximize os lucros ou minimize as perdas.

Objetivos da Contabilidade Gerencial

O objetivo fundamental da contabilidade gerencial fornece informações aos gestores para uso no planejamento, controle de operações e tomada de decisões.

O principal propósito e objetivos da contabilidade gerencial podem ser resumidos em:

  1. Usos da informação

As principais funções da gestão são os usos da informação. Apresenta as informações contábeis de uma forma que permite à administração, aos investidores e aos credores analisar as demonstrações financeiras.

  1. Planejamento e Formulação de Políticas

Planejar é decidir antecipadamente o que será feito. Ajuda no gerenciamento de planejamento ineficaz. Ele fornece dados estatísticos e de custos a serem utilizados no estabelecimento de metas e na formulação de políticas futuras.

  1. Tomando uma decisão

Todo o trabalho de gestão é realizado pela tomada de decisão.

A tomada de decisão é definida como a seleção de um curso de ação entre alternativas. Ajuda a gestão na tomada de decisões. Utiliza dados contábeis para resolver diversos problemas de gestão.

Técnicas de contabilidade gerencial, como análise de custo-volume-lucro, custeio padrão, controle orçamentário, orçamento de capital, análise de fluxo de fundos, etc.

  1. Motivador

Motivação significa necessidades, desejos e conceitos do indivíduo que o levam a agir de uma maneira particular.. A delegação serve como um dispositivo de motivação porque aumenta a satisfação dos funcionários no trabalho e os incentiva a olhar para frente.

Ao definir metas, planear as melhores ações económicas e também medir o desempenho dos colaboradores, procura aumentar a sua eficiência e, em última análise, motivar a organização como um todo.

  1. Controle

Contabilidade gerencial ajuda a gestão a controlar o desempenho da organização. O desempenho real é comparado com planos operacionais, padrões e orçamentos, e os desvios são reportados à administração para que medidas corretivas possam ser tomadas.

  1. Coordenação de Operações

Ajuda a gestão a controlar o desempenho da organização.

O desempenho real é comparado com planos operacionais, padrões e orçamentos, e os desvios são reportados à administração para que medidas corretivas possam ser tomadas.

  1. Comunicando

Um dos principais objetivos da contabilidade gerencial é manter a administração totalmente informada sobre as últimas posições da empresa. Isso facilita a gestão para tomar decisões adequadas e oportunas.

O objetivo da contabilidade gerencial é fornecer dados. Apresenta os diferentes planos alternativos perante a gestão de forma comparativa. O desempenho dos diversos departamentos é também regularmente comunicado à gestão de topo.

  1. Ajuda na organização

Organizar é o processo de alocar e organizar recursos humanos e não humanos para que os planos possam ser executados com sucesso.

Ferramentas ou técnicas de contabilidade gerencial

O Contador Gerencial aplica muitos dos sistemas de contabilidade financeira e de custos, como técnicas, para auxiliar a gestão. A contabilidade gerencial se preocupa com as informações contábeis que são úteis para a gestão.

Ferramentas Técnicas de Contabilidade Gerencial

A contabilidade de gestão, tal como a contabilidade, como um serviço de contabilidade à gestão através das suas diversas funções, tem de empregar diversas ferramentas, técnicas e métodos. Agora, uma técnica pode satisfazer as necessidades gerenciais.

Eles são colocados aqui resumidamente para se ter uma ideia sobre eles.

  1. Planejamento financeiro

Um negócio requer financiamento. O planejamento financeiro envolve a determinação dos objetivos de financiamento de longo e curto prazo da empresa. Cada empresa deve decidir sobre as fontes de captação de recursos.

Os fundos podem ser angariados através da emissão de capital social ou através da captação de empréstimos. Mais uma vez, deve ser tomada uma decisão sobre o tipo de capital, capital social ou capital social preferencial.

Quando decide angariar fundos através de empréstimos, a administração deve decidir a extensão dos empréstimos, de longo ou de curto prazo. Todas estas decisões são importantes para o planeamento do financiamento.

  1. Controlo orçamental

Existem vários dispositivos que ajudam no controle. O dispositivo mais utilizado para controle de gerenciamento é "Orçamento."

O controlo orçamental é um sistema que recorre ao orçamento como meio de planear, controlar e coordenar diversos tipos de atividades, como a produção e distribuição de bens e serviços conforme concebidos.

  1. Custeio Marginal

O custeio marginal é útil para medir a lucratividade de diferentes linhas de produção. Esta técnica ajuda a identificar a natureza dos custos como custos marginais (variáveis) e custos fixos.

Este é um método de custeio que se preocupa com as alterações nos custos resultantes de alterações no volume de produção.

  1. Contabilidade de custos históricos

A demonstração dos custos reais após terem sido incorridos é chamada de contabilidade de custos históricos.

A contabilidade de custos históricos é um sistema de contabilidade que registra todas as transações pelos custos incorridos assim que ocorrem ou em uma data imediatamente após sua ocorrência.

  1. Contabilidade de decisão

Uma das funções mais importantes da alta administração é tomar decisões. A tomada de decisão envolve uma escolha entre várias alternativas.

A decisão é tomada após estudar os dados alternativos em termos de custos, preços e lucros fornecidos pela contabilidade gerencial e exercer a melhor escolha após considerar outros fatores não financeiros. O objetivo é maximizar o lucro através da utilização do melhor método alternativo.

A contabilidade gerencial utiliza técnicas de Custeio Marginal, Orçamento de Despesas de Capital e separação de custos de produção para atingir esse fim.

  1. Custeio Padrão

O custeio padrão é uma importante ferramenta de controle de custos, sendo um dos principais objetivos da contabilidade gerencial.

As técnicas de custeio padrão comparam os custos padrão de materiais, mão de obra e despesas incidentais à produção, que é pré-determinado, com os custos reais ocorridos durante a execução da produção.

É a técnica mais eficaz disponível para controlar desempenhos e custos.

  1. Análise das Demonstrações Financeiras

A técnica de a análise financeira inclui demonstrações financeiras comparativas, índices, demonstrações de fluxo de fundos, demonstrações de fluxo de caixa e ferramentas de análise de demonstrações financeiras comparativas para a gestão na tomada de decisões.

As demonstrações financeiras revelam o desempenho passado das empresas no que diz respeito à capacidade de pagamento de dividendos, à natureza dos serviços da dívida, à capacidade de obter lucros e à posição de solvência.

Com base nesses eventos passados, o curso de ação futuro é projetado.

  1. Contabilidade de reavaliação

Esta é uma ferramenta importante para a contabilidade gerencial.

A contabilidade de reavaliação ou substituição reverte para a manutenção do capital em termos reais. Este termo é usado para denotar os métodos empregados para superar os problemas relacionados à substituição de ativos fixos em um período de aumento de preços.

É um facto que surge um problema relacionado com a substituição de activos fixos em termos de aumento de preços. Garante a manutenção do capital da empresa.

  1. Controle de contabilidade

Não é um sistema de contabilidade separado. É composto por técnicas de custeio padrão, controle orçamentário, relatórios e demonstrativos de controle, verificação interna, auditoria interna e relatórios.

É neste campo que a administração tem margem para demonstrar engenhosidade na análise, interpretação e apresentação de informações em todos os níveis de gestão.

  1. Sistema de informação de gestão

Já foi afirmado que a contabilidade gerencial de uma empresa visa fornecer a gestão e outras operações como base protetora e construtiva para a gestão.

O contador gerencial fornece todos esses dados e informações relevantes para a empresa para esse propósito.

Com o desenvolvimento de dispositivos eletrônicos para registro e classificação de dados, o reporte à gestão melhorou consideravelmente. O feedback de informações pode ser usado como técnica de controle.

  1. Técnicas Estatísticas

Existe um grande número de técnicas estatísticas e gráficas utilizadas na contabilidade gerencial. Alguns exemplos comuns são o gráfico mestre, gráfico de vendas e ganhos, gráfico de investimentos, etc.

  1. Contabilidade de proporção

Contabilidade de índices significa a técnica e metodologia de análise e interpretação das demonstrações financeiras usando índices contábeis derivados de tais demonstrações.

A contabilidade de índices incluía análise de tendências, demonstrações financeiras comparativas, análise de índices, demonstrações de fluxo de fundos, etc.

Limitações da Contabilidade Gerencial

Embora a contabilidade gerencial também seja útil para a gestão, pois fornece informações para planejamento, controle e tomada de decisões.

Ainda assim, a sua eficácia é limitada por vários motivos. A Contabilidade Gerencial é uma disciplina recente e, portanto, está em processo de desenvolvimento.

Limitações da Contabilidade Gerencial

Portanto, sofre de todas as limitações de uma nova disciplina. Algumas das limitações da contabilidade gerencial são:

  1. A Contabilidade Gerencial é apenas uma ferramenta.

A contabilidade gerencial nunca deve ser considerada uma alternativa ou substituto da gestão. As ferramentas e técnicas da contabilidade gerencial fornecem apenas informações e não decisões.

As decisões devem ser tomadas pela gestão e a implementação das decisões também é feita pela gestão.

  1. Estágio Evolutivo

A contabilidade gerencial ainda está em seu estágio inicial. A contabilidade gerencial está apenas em um estágio de desenvolvimento que ainda não atingiu o estágio final.

As técnicas e ferramentas utilizadas por este sistema dão resultados variados e diferidos.

  1. Limitações dos registros básicos

A contabilidade gerencial preocupa-se principalmente com a reorganização ou modificação de dados. Ele deriva suas informações da contabilidade financeira, da contabilidade de custos e de outros registros.

A correção da contabilidade gerencial depende da correção desses registros básicos: isto é, suas limitações também são; limitações de um contador gerencial.

  1. Falta de conhecimento

A utilização da contabilidade gerencial requer conhecimento de diversos assuntos relacionados.

A deficiência de conhecimento em assuntos relacionados, como princípios contábeis, estatísticas, economia, princípios de gestão, etc., limitará o uso da contabilidade gerencial.

  1. Esforços Persistentes

As conclusões e decisões tiradas pelo contador gerencial não são executadas automaticamente. Assim, há necessidade de esforços contínuos e coordenados de cada nível de gestão para executar essas decisões.

Ele tem que convencer as pessoas em todos os níveis. Em outras palavras, ele deve ser um vendedor eficiente na venda de suas ideias.

  1. Decisão Intensiva

A tomada de decisão baseada na contabilidade gerencial que fornece análise científica de diversas situações será demorada.

Como tal, a gestão pode evitar procedimentos sistemáticos para tomar uma decisão e chegar a uma decisão utilizando limites intuitivos e intuitivos da utilidade da contabilidade gerencial.

  1. Instalação cara

É muito caro. A instalação de um sistema de contabilidade gerencial necessita de uma organização muito elaborada e de inúmeras regras e regulamentos. Isto resulta em investimentos pesados, que apenas as preocupações com contas podem pagar.

  1. Viés pessoal

A interpretação da informação financeira depende da capacidade de um intérprete, uma vez que se tem de fazer um julgamento pessoal, preconceitos e preconceitos pessoais afetam a objetividade das decisões.

  1. Resistência

A instalação da contabilidade gerencial envolve uma mudança básica na configuração organizacional.

Também é necessário criar novas regras e regulamentos, o que afecta muitas pessoas e, portanto, existe a possibilidade de resistência de alguns quadrantes ou de outros.

  1. Estrutura pesada

A instalação de um sistema de contabilidade gerencial exige altos custos por conta de uma organização elaborada e de inúmeras regras e regulamentos. Pode, portanto, ser adotado apenas por grandes empresas.

  1. Fornece apenas dados

A principal função da contabilidade gerencial é fornecer dados e não decisões. Só pode informar, não prescrever.

  1. Escopo amplo

A contabilidade gerencial tem um escopo muito amplo, incorporando muitas disciplinas. A administração exige informações tanto de fontes contábeis quanto de fontes não contábeis.

Isso cria muitos problemas e traz um grau de inexatidão e subjetividade nas conclusões obtidas por meio dele.

  1. Não é uma alternativa à administração

A contabilidade gerencial é uma ferramenta de gestão, não uma alternativa à gestão. Não pode substituir a gestão ou a administração.

  1. Oposição à mudança

A contabilidade gerencial exige uma ruptura com as práticas contábeis tradicionais.

Exige um rearranjo do pessoal e de suas atividades, o que geralmente não acontece com as pessoas envolvidas.

Importância ou Funções da Contabilidade Gerencial no Processo de Tomada de Decisão em uma Organização Empresarial.

O objetivo da tomada de decisão é maximizar o lucro através da utilização do melhor método alternativo. A contabilidade gerencial ajuda a administração na decisão de assuntos financeiros. Utiliza dados contábeis para resolver diversos problemas de gestão.

Cada organização tem que decidir no momento certo. A contabilidade gerencial desempenhou um papel vital no processo de tomada de decisão em uma organização empresarial.

Funções da Contabilidade Gerencial

A importância/papel da contabilidade gerencial pode ser afirmada da seguinte forma:

  1. Planejamento Eficiente

A contabilidade gerencial desempenha um papel vital na elaboração de um plano eficiente que forneça as informações necessárias.

Por meio do orçamento de capital, orçamento de vendas e análise custo-volume-lucro, os contadores gerenciais fornecem informações para a elaboração de planos.

  1. Aumentando a eficiência das operações comerciais

A contabilidade gerencial também desempenha um papel importante no aumento da eficiência nas operações comerciais por meio de orçamento, análise de índices, análise de variância, custeio padrão, etc.

  1. Controle Eficiente

A contabilidade gerencial assume um controle totalmente ineficiente por meio da filosofia JIT e do sistema de controle de qualidade total.

  1. Aumentar a eficiência do trabalho

A contabilidade gerencial ajuda a aumentar a eficiência da mão de obra por meio de custos trabalhistas padrão, vinculando bônus à produtividade e ao orçamento.

  1. Alcance Eficiência de Gestão

A contabilidade gerencial contribui muito para aumentar a eficiência gerencial da organização fornecendo aos gestores informações corretas.

  1. Função de gerenciamento de ajuda

Sabemos que as principais funções da gestão são planejar, organizar, liderar e controlar a contabilidade gerencial, auxiliando o pessoal administrativo a desempenhar as funções de maneira adequada, fornecendo as informações contábeis necessárias.

  1. Comunicando

Para desempenhar as funções de forma eficiente e eficaz, os gestores precisam comunicar-se com as diversas partes e partes da organização.

A contabilidade gerencial auxilia nesse aspecto na preparação de diversos relatórios.

Por último, podemos dizer que as atividades de contabilidade gerencial ocorrem apenas para desempenhar um papel vital no processo de tomada de decisão de uma organização.

Escopo da Contabilidade Gerencial

O objetivo principal é auxiliar a gestão em suas funções de planejamento, direção e controle.

O escopo da contabilidade gerencial é tão amplo que inclui em seu âmbito uma análise de todos os aspectos da contabilidade moderna, que enfatizam o denominador comum das funções de tanto a gestão quanto a contabilidade, a tomada de uma decisão eficaz com base em informações apropriadas.

Escopo da Contabilidade Gerencial

A seguir estão algumas das áreas de especialização incluídas no âmbito da contabilidade gerencial:

  1. Contabilidade Financeira

A contabilidade financeira é a contabilidade geral cuja contabilidade se refere ao registro das transações comerciais nos livros de lançamento principal, lançando-as nas respectivas contas contábeis, equilibrando-as preparando um balancete.

Contabilização de receitas, despesas, ativos, passivos e patrimônio líquido, juntamente com a produção de relatórios financeiros resumidos.

Conseqüentemente, a contabilidade gerencial não pode obter total controle e coordenação das operações sem um sistema de contabilidade financeira bem projetado.

  1. Contabilidade de custos

O custeio é um ramo da contabilidade.

Contabilização de custos atuais, padrão e prospectivos; análise e comunicação de dados de custos em todos os níveis de gestão com a organização. É o processo e a técnica de apuração de custos. Planejamento, tomada de decisão e controle são as funções gerenciais básicas.

O sistema de contabilidade de custos fornece as ferramentas necessárias, como custeio padrão, controle orçamentário, controle de estoque, custeio marginal, etc., para o desempenho eficiente de tais funções.

  1. Previsão Orçamentária

Orçamentar significa expressar os planos, políticas e metas da empresa para um período definido no futuro.

Montagem e consolidação de orçamento; assistência ao pessoal de gestão na tradução de planos operacionais em orçamentos financeiros; relatórios e análise de variações orçamentárias.

A previsão, por outro lado, é uma previsão do que aconteceu como resultado de um determinado conjunto de circunstâncias. As metas são definidas para diferentes departamentos e a responsabilidade é fixada para alcançá-las.

  1. Processamento de dados

Registrar dados contábeis, realizar operações repetitivas com esses dados e preparar relatórios para formar dados recodificados.

  1. Audição interna

Revisão e avaliação de procedimentos e registros contábeis para verificar sua confiabilidade, conformidade com práticas prescritas e adequação para proteção contra perda de ativos por fraude, desperdício e outras causas.

A auditoria interna ajuda a gestão a fixar a responsabilidade de diferentes indivíduos.

  1. Relatórios fiscais

Isso exige o cálculo da renda pela Lei do Imposto de Renda, a preparação de declarações de devolução e o pagamento dos impostos quando devidos. As demonstrações de resultados são preparadas e as obrigações fiscais são calculadas.

A gestão é informada sobre a carga tributária pelo Governo central, Governo Estadual e Autoridades Locais. Isso inclui o cálculo do lucro tributável de acordo com a legislação tributária, apresentação de declarações, etc.

  1. Bancaire

Interpretação de relatórios contábeis, análise financeira de projetos, planos e procedimentos propostos; assessoria à gestão na interpretação e avaliação de dados financeiros de todos os tipos.

  1. Controle de inventário

Inclui o controle do estoque desde a aquisição até a sua disposição final.

  1. Contabilidade de reavaliação

Trata-se de garantir que o capital seja mantido intacto em termos reais e que o lucro seja calculado tendo este facto em mente.

  1. Métodos estatísticos

Gráficos, tabelas, apresentações pictóricas, números de índice e outros métodos estatísticos tornam as informações mais impressionantes e inteligíveis.

Outras ferramentas, como séries temporais, análise de regressão, técnica de amostragem, etc., são altamente úteis para planejamento e previsão.

  1. Tributação

Isso inclui o cálculo da renda de acordo com as leis tributárias, a apresentação de declarações e o pagamento de impostos.

  1. Método e Procedimentos

Isto inclui a manutenção do processamento adequado de dados e outros serviços de gerenciamento de escritório, informando sobre o melhor uso de dispositivos mecânicos e eletrônicos.

Fornece dados estatísticos aos vários departamentos e realiza estudos especiais de custos, estimativas de custos, relatórios sobre relações custo-volume-lucro, sob as condições de mudança da organização.

  1. Relatórios provisórios

Isso inclui a preparação de demonstrações de resultados mensais, trimestrais e semestrais e os relatórios relacionados, demonstrações de fluxo de caixa e de fluxo de fundos, relatórios de sucata, etc.

  1. Serviços de escritório

Isso inclui a manutenção do processamento adequado de dados e de outros serviços de processamento de dados e de gerenciamento de escritório, informando sobre o melhor uso de dispositivos mecânicos e eletrônicos.

  1. Outros serviços

Isto inclui a manutenção do processamento adequado de dados e outros serviços de gerenciamento de escritório, informando sobre o melhor uso de dispositivos mecânicos e eletrônicos.

Responsabilidades Éticas dos Contadores Gerenciais

Os contadores gerenciais devem se comportar de forma ética. Devem seguir os mais elevados padrões de responsabilidade ética e manter uma boa imagem profissional.

O Institute of Management Accountants (IMA) desenvolveu os seguintes quatro padrões de conduta ética para contadores gerenciais:

  1. Competência

    • Manter um nível adequado de competência profissional através do desenvolvimento contínuo de seus conhecimentos e habilidades.
    • Desempenhar suas funções profissionais seguindo as leis, regulamentos e padrões técnicos relevantes.
    • Preparar relatórios e recomendações completos e claros após análises apropriadas de informações relevantes e confiáveis.
  2. Confidencialidade

    • Abster-se de divulgar informações confidenciais adquiridas no decorrer do seu trabalho, exceto quando autorizado, a menos que seja legalmente obrigado a fazê-lo.
    • Informar os subordinados, conforme apropriado, sobre a confidencialidade das informações adquiridas no decorrer do seu trabalho e monitorar suas atividades para garantir a manutenção dessa confidencialidade.
    • Abster-se de usar ou parecer usar informações confidenciais adquiridas no decorrer de seu trabalho para obter vantagens antiéticas ou ilegais, pessoalmente ou por meio de terceiros.
  3. Integridade

    • Evite conflitos de interesse reais ou aparentes e avise todas as partes apropriadas sobre um possível conflito.
    • Abster-se de se envolver em qualquer atividade que possa prejudicar a sua capacidade de desempenhar as suas funções de forma ética.
    • Recuse qualquer presente, favor ou hospitalidade que possa influenciar ou parecer influenciar suas ações.
    • Abstenha-se de subverter ativa ou passivamente a consecução dos objetivos legítimos e éticos da organização.
    • Reconhecer e comunicar limitações profissionais ou outras restrições que possam impedir o julgamento responsável ou o desempenho bem-sucedido de uma atividade.
    • Comunicar informações e julgamentos ou opiniões profissionais desfavoráveis e favoráveis.
    • Abstenha-se de se envolver ou apoiar qualquer atividade que possa desacreditar a profissão.
  4. Credibilidade

    • Comunicar informações de forma justa e objetiva.
    • Divulgue integralmente todas as informações relevantes que possam razoavelmente influenciar a compreensão do usuário pretendido sobre os relatórios, comentários e recomendações apresentados.

Serviços/Tarefas de Contadores Gerenciais

Listados abaixo estão as principais tarefas/serviços executados por contadores gerenciais. O grau de complexidade relativo a estas atividades depende do nível de experiência e das habilidades de qualquer indivíduo.

  1. Consultoria gerencial
  2. Análise de relatório financeiro
  3. Análise de custos
  4. Análise de taxa e volume
  5. Desenvolvimento de métricas de negócios
  6. Modelagem de preços
  7. Rentabilidade do produto
  8. Relatórios geográficos versus setor ou segmento de cliente
  9. Scorecards de gerenciamento de vendas
  10. Análise de custo-benefício
  11. Análise custo-volume-lucro
  12. Análise de custos do ciclo de vida
  13. Análise de rentabilidade do cliente
  14. Transparência de custos de TI
  15. Orçamento de capital
  16. Análise de compra vs. arrendamento
  17. Planejamento estratégico
  18. Gestão Estratégica conselho
  19. Apresentação e comunicação do relatório financeiro interno
  20. Previsão de vendas
  21. Previsão financeira
  22. Orçamento anual
  23. Alocação de custos
  24. Tomada de decisão gerencial

Distinções entre Contabilidade Gerencial e Contabilidade Financeira

A contabilidade financeira e a contabilidade gerencial estão intimamente inter-relacionadas, uma vez que a contabilidade gerencial extrai a maior parte das informações da contabilidade financeira e as modifica para uso gerencial.

A contabilidade financeira garante que os ativos e passivos de uma empresa sejam devidamente contabilizados e fornece aos investidores acionistas, autoridades fiscais, credores, etc.

Por outro lado, a contabilidade gerencial fornece informações, especialmente para uso dos gestores responsáveis pela tomada de decisões adequadas dentro de uma organização.

A contabilidade financeira preocupa-se com o registro das transações diárias da empresa.

Embora a contabilidade financeira e a gerencial dependam dos mesmos dados financeiros, existem algumas diferenças entre a contabilidade financeira e a gerencial.

As distinções entre Contabilidade Gerencial e Contabilidade Financeira são as seguintes:

Ponto de diferençaContabilidade GerencialContabilidade Financeira
UsuáriosA contabilidade gerencial é especialmente para usuários internos. Os relatórios de contabilidade gerencial são usados exclusivamente por usuários internos, viz. gestores e funcionários.A contabilidade financeira é destinada a usuários internos e externos. Os relatórios de contabilidade financeira são usados principalmente por usuários externos, como acionistas, bancos e credores.
ObjetivoO objetivo da contabilidade gerencial é auxiliar a gestão interna.O objetivo da contabilidade financeira é auxiliar os tomadores de decisão internos e externos.
Usos do GAAPO GAAP não é obrigatório na contabilidade gerencial.GAAP é obrigatório para seguir na contabilidade financeira.
EventosEle enfatiza decisões sobre eventos futuros.Ele enfatiza decisões sobre eventos passados.
Liberdade de escolhasNão existem restrições além dos custos sobre os benefícios de melhores decisões de gestão.Restringida por princípios contábeis geralmente aceitos (GAAP).
Tipo de relatóriosRelatórios detalhados: preocupação com detalhes de partes da entidade, produtos, departamentos, territórios, etc.Os relatórios resumidos referem-se principalmente à entidade como um todo.
Implicações comportamentaisPreocupação sobre como as medições e relatórios influenciarão o comportamento diário de um gestor.Preocupação em como medir e comunicar fenómenos económicos.
Delineamento de AtividadesO campo é menos definido – uso mais pesado de economia, ciência da decisão e ciências comportamentais.O campo é definido de forma mais precisa – uso mais leve de disciplinas relacionadas.
Intervalo de tempoFlexível, variando de horas a anosMenos flexível; geralmente de 1 mês a 1 ano.
MetodologiaNa contabilidade gerencial, os custos e as receitas são relatados principalmente por centros de responsabilidade ou centros de lucro.Os registros contábeis financeiros são mantidos na forma de receitas, receitas e despesas e contas de propriedade.
Relatório AnualO relatório anual de contabilidade gerencial não é obrigatório.O relatório anual da contabilidade financeira é obrigatório.
CaracterísticasPossui características qualitativas.Possui características quantitativas.
Qualidade fundamentalEnfatiza a relevância.Enfatiza a objetividade e a verificabilidade.
Melhorando a qualidadeEnfatiza a oportunidade.Enfatiza a precisão.
RegrasTem as próprias regras dos gestores.Não possui regras próprias dos contadores.
Externo vs. InternoO sistema de contabilidade gerencial produz informações que são utilizadas dentro de uma organização, por gestores e funcionários.Um sistema de contabilidade financeira produz informações que são utilizadas por partes externas à organização, como acionistas, bancos e credores.
Relatórios por segmentoPode pertencer a unidades de negócios menores ou departamentos individuais, além de toda a organização.Pertence a toda a organização ou unidades de negócios materialmente significativas.
FocoA contabilidade gerencial se concentra no futuro e no presente.A contabilidade financeira concentra-se na história.
FormatarNenhum formato específico foi projetado para sistemas de contabilidade gerencial. (Manutenção de registros formais e informais)As contas financeiras devem estar de acordo com um formato específico para que as contas financeiras de diferentes organizações possam ser facilmente comparadas. (Manutenção de registros formais)
Planejamento e ControleA contabilidade gerencial ajuda a administração a registrar, planejar e controlar atividades para auxiliar no processo de tomada de decisão.A contabilidade financeira ajuda na tomada de decisões de investimento e na classificação de crédito.
InformaçãoQuantitativo e qualitativo. Monetário e não monetário.Quantitativo e monetário.
Frequência e duração dos relatórios.Conforme necessário – diariamente, semanalmente, mensalmente.Bem definido – anualmente, semestralmente, trimestralmente. (Verificável)
OpcionalA preparação de relatórios de contabilidade financeira é obrigatória, especialmente para sociedades anônimas.Não existem requisitos legais para a elaboração de relatórios sobre contabilidade de gestão.
Jurídico / RegrasElaborado conforme adequação de gestão.Elaborado de acordo com GAAP – Procedimento Contábil Geralmente Aceito.
Processo ContábilAs contas de custos não são reservadas na Contabilidade Gerencial. Os dados do financeiro
demonstrativos e livros de custos são analisados.
Segue um processo completo de registro, classificação e síntese para análise e interpretação das informações financeiras.

Diferença entre Contabilidade de Custos e Contabilidade Gerencial

A contabilidade gerencial e a contabilidade de custos são dois ramos importantes da contabilidade. Ambos os ramos da contabilidade auxiliam a administração no cumprimento da tarefa que lhe foi atribuída. A contabilidade de gestão e a contabilidade de custos envolvem a apresentação da informação contabilística de uma forma que facilita um planeamento prudente, uma tomada de decisão correta e um controlo eficaz das operações do dia-a-dia.

Escusado será dizer que ambos os sistemas se sobrepõem em algumas áreas de funcionamento. A maioria dos conceitos de contabilidade de custos são usados livremente na contabilidade gerencial para auxiliar os gestorest.

Naturalmente, é difícil estabelecer uma distinção nítida entre os dois. Apesar desta situação, algumas distinções que podem ser identificadas, são colocadas da seguinte forma:

Ponto de diferençaContabilidade GerencialContabilidade de custos
ObjetivoO principal objetivo da contabilidade gerencial é fornecer informações aos gestores para uso no planejamento, controle de operações e tomada de decisões.O principal objetivo da contabilidade de custos é determinar e controlar o custo de produção.
Sistema de contabilidadeNa Contabilidade Gerencial, tal sistema não é necessário para a aplicação.Na Contabilidade de Custos, o Sistema de Dupla Entrada deve ser aplicado em caso de necessidade.
Princípios orientadoresA Contabilidade Gerencial não possui princípios geralmente aceitos. Segue os princípios que seriam necessários de acordo com a demanda da situação.A Contabilidade de Custos geralmente segue alguns princípios específicos. Estes são conceitos e princípios de custos para a determinação de custos.
NaturezaA contabilidade gerencial está relacionada a programas futuros, planejamento e tomada de decisões.Baseia-se em números financeiros passados e presentes.
RegrasNão é necessário seguir os princípios contábeis geralmente aceitos (GAAP).Os princípios contábeis geralmente aceitos (GAAP) são rigorosamente seguidos na preparação da declaração de custos.
Unidade de medidaUnidades não físicas, como horas de trabalho. Horas-máquina etc. também são bases importantes para medição em ambos os sistemas.Ambos os sistemas de contabilidade usam unidades de medida físicas e financeiras.
FunçõesA principal função da contabilidade gerencial é fornecer dados e não decisões. Só pode informar, não prescrever.A principal função da contabilidade de custos é registrar, classificar e concentrar custos.
RelacionadoSomente a alta administração precisa de informações de contabilidade gerencial para tomar uma decisão.Os gestores de nível superior e médio estão relacionados com a atividade de contabilidade de custos.
Dados usadosA contabilidade gerencial usa informações quantitativas e qualitativas.Apenas o aspecto quantitativo é recodificado na contabilidade de custos.
Duração do período contábilIsso ocorre porque a contabilidade gerencial serve ao propósito da tomada de decisão para um curso de ação futuro.As informações da contabilidade de custos preocupam-se com o ano atual, ignorando os anos futuros, enquanto a contabilidade gerencial é principalmente orientada para o futuro.
Hora de prepararNo sistema de contabilidade gerencial, os relatórios podem ser preparados quando necessário.Geralmente, as demonstrações de custos são preparadas no final do período financeiro.
Ponto focalNo caso da Contabilidade Gerencial, um segmento individual de negócios está sob a alçada. Às vezes, todo o negócio é considerado o objeto principal de estudo.Na contabilidade de custos, o custo de produção é calculado com base nos centros de custo, departamentos de produção e processos de trabalho. Não considera o mesmo do ponto de vista do negócio como um todo.
UsuáriosOs usuários da contabilidade gerencial são o gestor e demais usuários internos.Os usuários das informações da contabilidade de custos podem ser internos e externos.
EscopoTanto em questões comerciais quanto de manufatura.Na preocupação de fabricação.
RegrasSegue as próprias regras dos gestores.Não segue as próprias regras dos contadores.

Conclusão

De acordo com o Instituto de Contadores Gerenciais (IMA): “Contabilidade gerencial é uma profissão que envolve parceria na tomada de decisões gerenciais, elaboração de sistemas de planejamento e gestão de desempenho e fornecimento de experiência em relatórios e controle financeiros para auxiliar a gestão na formulação e implementação da estratégia de uma organização”.

A área e o escopo da contabilidade gerencial são diferentes na comparação da contabilidade financeira.

A contabilidade gerencial preocupa-se em fornecer informações aos gerentes – isto é, às pessoas dentro de uma organização que dirigem e controlam suas operações.

Em contraste, a contabilidade financeira preocupa-se em fornecer informações aos acionistas, credores e outras pessoas que estão fora da organização.

Este contraste na orientação resulta em várias diferenças importantes entre a contabilidade financeira e a contabilidade de gestão, embora muitas vezes se baseiem nos mesmos dados financeiros subjacentes, a contabilidade financeira e a contabilidade de gestão diferem não apenas na sua orientação para o utilizador, mas também na sua ênfase no passado e no futuro. no tipo de dados fornecidos aos usuários e de diversas outras maneiras.

As informações fornecidas pela contabilidade gerencial não são preparadas de acordo com os GAAP.

Sim, estamos de acordo com a afirmação. Como não é obrigatório seguir os GAAP na contabilidade gerencial, os gestores podem definir suas próprias regras relativas ao conteúdo e à forma dos relatórios internos.

Os gestores não estão sujeitos aos GAAP. Portanto, as informações sobre contabilidade gerencial dependem das regras e regulamentos dos próprios gestores.

Assim, podemos dizer que as informações fornecidas pela contabilidade gerencial não são preparadas seguindo os GAAP.