Comunicação Empresarial: Características, Escopo, Propósito, Função, Importância

Comunicação Empresarial: Características, Escopo, Propósito, Função, Importância

A comunicação é o elo vital que não apenas forma a organização, mas também a mantém operacional. Comunicação empresarial é a comunicação feita com fins comerciais.

Definição de Comunicação Empresarial

A comunicação empresarial é um sistema que afeta mudanças em toda a organização. Brennan diz: “A troca de informações ou ideias no campo do comércio e da indústria é chamada de comunicação empresarial”.

Essas definições indicam que a comunicação relacionada a qualquer assunto comercial se enquadra na categoria de comunicação empresarial. Os gerentes em organizações empresariais tomam decisões multifacetadas.

Eles se correspondem com outros indivíduos e organizações para facilitar vendas e conduzir negócios. Eles trocam informações, opiniões e pontos de vista com partes interessadas internas e externas.

Eles transmitem comentários, conselhos, comandos, ordens, solicitações e muito mais a vários indivíduos, a fim de concluir tarefas e obter suas respostas ou monitorar seu desempenho por meio de vários canais de feedback. Todas essas atividades constituem comunicação empresarial.

O negócio é uma atividade econômica destinada a obter lucro. Utiliza recursos para produzir bens e serviços para o benefício da humanidade com o objetivo de obter lucro.

Os negócios envolvem comércio, comércio e indústria. Comércio é a atividade de compra e venda de negócios, ou seja, a compra e venda de bens e serviços são conhecidas como negociadas. O comércio é a atividade necessária para superar os obstáculos na forma de fazer negócios, como seguros, bancos, armazenamento, transporte, etc.

A indústria é o meio de criar utilidade. É um processo tecnológico que converte insumos em produtos para uso humano. Todas essas atividades empresariais precisam de uma rede de comunicação para serem executadas com sucesso.

A comunicação empresarial é um processo de troca de informações, ideias, pensamentos e pontos de vista relacionados às atividades empresariais com outros indivíduos para estabelecer uma compreensão compartilhada das mensagens e atingir os objetivos do negócio.

Características de uma comunicação empresarial eficaz

Uma boa gestão depende comunicação efetiva. As melhores organizações devem ter uma rede de comunicação bem estabelecida que a torne eficiente tanto na comunicação interna como externa.

A questão é: o que torna a comunicação eficaz? Thill e Bovee (1999:11) identificaram certas características de uma comunicação organizacional eficaz, que são discutidas abaixo:

Um clima de comunicação aberto

O clima de comunicação de uma organização é a sua cultura corporativa, que influencia a qualidade e a quantidade de informações que fluem pelo pipeline. Fatores como estilo de gestão, história da organização, configuração física, natureza do setor e eventos atuais moldam o clima de comunicação.

Na economia de mercado competitiva de hoje, o envolvimento total dos funcionários na promoção da qualidade total é uma necessidade. Portanto, um clima de comunicação aberto é um pré-requisito para uma comunicação eficaz.

Um compromisso com a comunicação ética

A ética é a ciência normativa da conduta, e conduta refere-se a ações voluntárias (Lillie, 1964:03). A ética abrange os princípios de conduta que regem indivíduos ou grupos. Os indivíduos éticos são geralmente confiáveis, justos, imparciais e respeitadores dos direitos dos outros, com preocupação com o impacto social.

A ética desempenha um papel crucial na comunicação, pois a linguagem consiste em palavras que carregam valores. A maneira como nos expressamos influencia a forma como os outros percebem nossa mensagem, molda expectativas e comportamentos. A comunicação ética inclui fornecer todas as informações relevantes, ser verdadeiro e evitar qualquer forma de engano.

Para conseguir isso, devemos ser precisos e sinceros nas nossas mensagens, evitando linguagem manipuladora, discriminatória ou exagerada. Não devemos ocultar informações negativas, apresentar opiniões como fatos ou distorcer dados gráficos. Agir de boa fé é essencial.

Uma compreensão da comunicação intercultural

Uma boa compreensão do clima de comunicação intercultural é vital para a comunicação interna e externa. A globalização tornou esta questão ainda mais crítica para as empresas globais, à medida que as forças de trabalho se tornam cada vez mais multiculturais e multiétnicas.

Os gerentes frequentemente encontram diversidade cultural no local de trabalho. Para competir com sucesso no ambiente multicultural de hoje, empresários devem superar barreiras de comunicação não apenas na língua, mas também na cultura.

Proficiência em tecnologia de comunicação

A comunicação organizacional eficaz depende agora fortemente da capacidade dos indivíduos de utilizar e adaptar-se à tecnologia. O cenário tecnológico em constante mudança resulta em comunicação mais rápida e em um volume crescente de informações que precisam ser transmitidas.

Os gestores de hoje devem compreender, utilizar e adaptar-se às ferramentas tecnológicas de comunicação para permanecerem eficazes nas suas funções.

Uma abordagem de comunicação centrada no público

O quinto fator que contribui para uma comunicação organizacional eficaz é uma abordagem centrada no público. Envolve manter o seu público em mente durante todo o processo de comunicação.

Ter empatia com o seu público, ser sensível às suas necessidades e considerar os seus sentimentos são aspectos cruciais da comunicação empresarial. A comunicação que leva em conta a perspectiva do público tem maior probabilidade de ser eficaz.

Fluxo eficiente de mensagens de comunicação

Eficiência na comunicação significa fazer as coisas certas da maneira certa. As organizações podem economizar tempo e dinheiro reduzindo o número de mensagens, agilizando a preparação das mensagens e fornecendo treinamento adequado aos redatores e palestrantes.

A eficiência garante que a comunicação seja transmitida de maneira oportuna e eficaz.

Escopo da Comunicação Empresarial

Escopo refere-se à área de atuação ou à extensão do campo onde um determinado assunto pode ser aplicado. Indica as atividades que são realizadas com o auxílio do sujeito em questão.

O escopo da comunicação empresarial, portanto, refere-se ao ramo de atividades empresariais que são realizadas com o auxílio da comunicação.

Pensando nisso, o escopo da comunicação empresarial é discutido a seguir:

Gestão organizacional

As organizações empresariais são gerenciadas por meio de uma rede de funções conhecida como gestão, que inclui planejamento, organização, liderança e controle. Estas funções operam em um processo cíclico dentro de um estrutura organizacional. A estrutura organizacional define as relações de autoridade entre os indivíduos dentro de uma organização.

A visão, missão, política, objetivos, metas e estratégias são comunicadas aos vários níveis de gestão e pessoal operacional que executarão esses cursos de ação planejados.

É essencial que todos na organização entendam as intenções da organização da mesma maneira para garantir que uma ação concertada e unida leve aos resultados organizacionais desejados.

Tarefas como criar departamentos, delegar autoridade, motivar funcionários, coordenar atividades, atribuir funções, dar diretrizes, avaliar desempenho, criar planos estratégicos e operacionais e exercer controle, entre outras funções de gestão, todas dependem da comunicação. Assim, a comunicação permeia todos os aspectos da gestão organizacional.

Gestão da cadeia de abastecimento

O bom funcionamento das organizações empresariais depende de duas funções fundamentais: o fornecimento de insumos e a distribuição de produtos. Essas funções estão inter-relacionadas e devem ser mantidas de forma consistente. O gerenciamento da cadeia de suprimentos abrange essas funções de entrada e saída.

A cadeia de abastecimento abrange um canal mais longo, que se estende desde as matérias-primas aos componentes e aos produtos finais que são entregues aos consumidores finais (Kotler e Armstrong).

Tarefas como processamento de informações, processamento de pedidos, gestão de estoques, transporte e contratação exigem ampla troca de informações e diálogo com fornecedores e distribuidores. A comunicação empresarial serve como ferramenta central para gerenciar essas tarefas de maneira eficiente e sistemática.

Marketing de relacionamento

O marketing envolve o processo de criação e troca de produtos e valor através de atividades sociais e gerenciais para atender às necessidades e desejos de indivíduos e grupos (Kotler e Armstrong: 2001:6).

O marketing de relacionamento envolve criar, manter e aprimorar relacionamentos fortes e carregados de valor com clientes e outras partes interessadas (Kotler e Armstrong).

Para alcançar o sucesso no marketing de relacionamento, a interação dos 4 Ps do marketing (produto, preço, praça e promoção) é crucial. O compartilhamento e a troca de informações através de uma rede são componentes essenciais do marketing de relacionamento bem-sucedido., e a comunicação empresarial desempenha um papel vital na consecução deste objetivo.

Comércio internacional

O comércio internacional é uma área vital da comunicação empresarial. Envolve a troca de bens e serviços entre dois países soberanos, normalmente através de importações e exportações.

Empresários de diversos países estabelecem contato, trocam mensagens, constroem relacionamentos, celebram contratos e se envolvem na compra e venda de produtos. Em alguns casos, as empresas vendem produtos diretamente aos consumidores, abrindo filiais ou centros de vendas no exterior.

A comunicação serve como o meio pelo qual os indivíduos estabelecem um significado mutuamente compreendido das mensagens empresariais, motivando-os a envolver-se na compra e venda de bens e serviços. Além disso, a comunicação informa, motiva e convence clientes ou consumidores em países estrangeiros a adquirir produtos de comerciantes internacionais através de vários canais de comunicação.

Relações Públicas

As organizações empresariais devem manter relações com diversos públicos, conforme definido por Philip Kotler e Gary Armstrong (200.1:92). Público refere-se a qualquer grupo com interesse real ou potencial ou impacto na capacidade de uma organização atingir seus objetivos.

As relações públicas envolvem a apresentação de uma imagem positiva de uma organização ao público, especialmente através do fornecimento de informações. Abrange a construção de boas relações com diversos públicos, obtendo publicidade favorável, melhorando a imagem corporativa e abordando rumores, histórias e eventos desfavoráveis.

Os públicos incluem entidades financeiras, meios de comunicação, agências governamentais, organizações de consumidores, grupos ambientalistas, grupos minoritários, residentes locais e pessoal interno. Desenvolver e manter relacionamentos favoráveis ​​com o público exige vários tipos de informações e estratégias, e relações públicas eficazes dependem da comunicação. Relações com a imprensa, publicidade de produtos, comunicações corporativas, lobby e serviço público são ferramentas importantes de relações públicas que são impossíveis de executar sem comunicação.

Comércio e comércio

O comércio envolve atividades realizadas para superar obstáculos na condução dos negócios, incluindo seguros, transporte, bancos, armazenamento e comunicação.

Essas atividades melhoram o desempenho dos negócios, eliminando barreiras relacionadas a tempo, finanças, riscos e distância entre empresas e clientes. O comércio envolve a compra e venda de bens e serviços, normalmente através do desenvolvimento de relacionamentos com os consumidores.

A comunicação é o meio pelo qual essas atividades são executadas e mantidas para promover os negócios. Portanto, o comércio e o comércio se enquadram no âmbito da comunicação empresarial.

Responsabilidade social

A responsabilidade social refere-se à obrigação de uma organização se envolver em ações que protejam e melhorem o bem-estar da sociedade, juntamente com os seus próprios interesses. A crescente interdependência entre empresas e comunidades criou interesses comuns entre elas, exigindo que as empresas se envolvam em atividades social e eticamente responsáveis.

Isto implica o desenvolvimento de códigos de responsabilidade social dentro da organização, a formação dos funcionários para implementar esses códigos e o estabelecimento de uma ligação estreita entre as empresas e a sociedade para compreender as exigências e exigências sociais.

A comunicação é a ferramenta utilizada pela gestão para desenvolver, treinar e executar esses códigos dentro e fora da organização. Consequentemente, negócios e comunicação são inseparáveis.

Objetivos da comunicação empresarial

A comunicação empresarial é um processo de troca de informações, ideias, pensamentos, fatos e conceitos relacionados às atividades empresariais para alcançar a compreensão mútua e o significado de tais mensagens para os objetivos da organização.

Ele é direcionado ao cumprimento de objetivos comerciais específicos e é aplicável a comunicações comerciais internas e externas.

Portanto, toda comunicação empresarial atende a objetivos empresariais.

Segundo Lehman e DuFrene (1999), as pessoas geralmente se comunicam com três propósitos básicos: informar, persuadir e entreter. No entanto, a comunicação empresarial tem objetivos adicionais:

Para estabelecer um entendimento comum de uma mensagem

A comunicação empresarial visa transmitir um significado mutuamente compreendido de uma mensagem do remetente ao destinatário. Este entendimento comum constitui a base para o desenvolvimento de relações interdependentes entre empresários para a condução de negócios ou promoção dos seus interesses comerciais. Assim, o objetivo principal da comunicação empresarial é alcançar um significado compartilhado das mensagens trocadas entre os indivíduos envolvidos nos negócios.

Para trocar mensagens comerciais

A comunicação empresarial busca facilitar a troca de mensagens comerciais entre empresários ou empresas. As mensagens podem conter informações, ideias, conceitos, pontos de vista ou qualquer coisa destinada a comunicar e executar um plano de negócios. Essa troca de mensagens pode ocorrer dentro de uma organização empresarial ou entre diferentes organizações. Independentemente do contexto, o objetivo é trocar informações ou mensagens entre as pessoas para atingir os objetivos de negócio.

Para implementar mudanças

A mudança é inevitável em todas as organizações empresariais, mas muitas vezes encontra resistência. Para efetuar mudanças dentro de uma organização, os indivíduos devem ser informados e convencidos a aceitar a mudança. Isto é conseguido através do fornecimento de informações favoráveis ​​sobre os riscos e oportunidades associados à mudança. A comunicação tem como objetivo provocar mudanças no funcionamento de uma organização empresarial, eliminando resistências e tornando as mudanças aceitáveis ​​para os funcionários.

Para gerenciar a organização

O gerenciamento eficaz das organizações requer planejamento, organização, liderança e controle dos recursos organizacionais. Os recursos humanos são particularmente críticos porque ativam outros recursos. Uma organização compreende indivíduos relacionados a funções com um objetivo comum. A comunicação serve como ferramenta vinculativa e líder que dirige e coordena os esforços do grupo de uma forma concertada, permitindo que as tarefas sejam realizadas através de outros. Isto torna possível uma gestão eficaz e a comunicação empresarial desempenha um papel vital para atingir este objetivo.

Para estabelecer e manter relações

Um objetivo central da comunicação empresarial é estabelecer e manter relações com os principais atores do ambiente de negócios. O ambiente de negócios impacta significativamente as atividades empresariais e atua como o contexto no qual as empresas operam. Relacionamentos-chave, como relações na cadeia de suprimentos, relações com clientes, relações públicas e relações humanas, são essenciais para o bom funcionamento e o sucesso de um negócio. A comunicação empresarial visa desenvolver e manter relações humanas positivas para criar um ambiente favorável aos negócios.

Para criar uma imagem positiva

O mercado é o campo de batalha para as empresas e o sucesso depende da aceitação da organização e dos seus produtos pelo mercado. Para criar uma imagem organizacional positiva no mercado, é necessário um programa deliberado. A comunicação empresarial visa construir e promover essa reputação e imagem, através da circulação de diversos materiais de comunicação que valorizem a imagem da organização junto do público.

Para facilitar joint ventures

Joint ventures são cada vez mais comuns, particularmente na era da globalização. A colaboração entre organizações estrangeiras e nacionais é essencial para o desenvolvimento económico. Iniciar, negociar, contratar, supervisionar a construção e operar joint ventures envolvem ampla comunicação. Portanto, a comunicação empresarial desempenha um papel crucial na facilitação do estabelecimento de joint ventures.

Para aumentar o moral dos funcionários

O moral dos funcionários, caracterizado por satisfação no trabalho, espírito de equipe, entusiasmo e resistência à frustração são essenciais dentro de uma organização. É nutrido através da instilação sistemática de ética e de um código de conduta entre os membros da organização. A comunicação empresarial visa aumentar o moral dos funcionários por meio de diversos programas de comunicação.

Para impor a disciplina

A disciplina é fundamental para manter a ordem dentro de uma organização. Os funcionários devem ser informados e treinados em códigos disciplinares, e ações apropriadas, como advertências, devem ser comunicadas quando regras e regulamentos forem violados. A comunicação empresarial serve ao propósito de disciplinar as pessoas dentro da organização para estabelecer consistência no comportamento.

Para fornecer aconselhamento

O aconselhamento é crucial para orientar os indivíduos sobre questões como aposentadoria, seleção de empregos alternativos, alívio da frustração, ajuste de carreira e adaptação a novos ambientes. Essas situações podem levar a problemas psicológicos e sociais, resultando potencialmente em problemas de saúde mental. A comunicação tem como objetivo fornecer aconselhamento industrial para ajudar os indivíduos a navegar nessas situações desafiadoras.

Funções da comunicação empresarial

Negócios são comunicação. A comunicação é a essência de uma organização. Todo o funcionamento da organização passa pela comunicação.

A comunicação é o alicerce da organização. A comunicação empresarial estabelece vínculos entre clientes ou clientes internos e externos. Obviamente, presta um tremendo serviço aos homens, à sociedade e à civilização.

Thayer (1968), Conrad (1985: 7-15), Gamble and Gamble (1996: 17-18) e outros especialistas mencionaram vários tipos de funções que a comunicação desempenha nas organizações empresariais. A seguir está a discussão das funções integradas de comunicação empresarial:

Função de informação

As organizações precisam e processam dois tipos de informação: externa e interna. A função informativa da comunicação empresarial abrange todas as atividades desde a concepção até o uso da informação.

A informação externa é enviada e recebida para permitir à organização anunciar os seus produtos ou serviços, manter a sua imagem na comunidade e adaptar a sua política às pressões em constante mudança do seu ambiente. As informações internas fornecem a base para determinar os objetivos da organização, avaliar o seu próprio desempenho e coordenar as suas subunidades individuais. A troca de informações é o único meio que uma organização tem para transmitir expectativas e requisitos às subunidades e obter feedback das unidades de trabalho sobre o seu desempenho.

Assim, a função de informação de uma organização é crítica. Os problemas ocorrem quando erros são introduzidos na troca de informações.

Função de Comando e Instrução

A função de comando e instrução da comunicação organizacional é o principal meio que os gerentes utilizam para manter suas unidades organizacionais trabalhando em direção aos objetivos da organização.

Comandos e instruções ajudam as pessoas a permanecer dentro da política da organização e a fazer bem o seu trabalho. Se dados corretamente, os comandos e instruções minimizam os erros. Além disso, comandos e instruções coordenam os trabalhadores individuais para que os seus esforços se integrem suavemente.

Função de Influência e Persuasão

As organizações devem usar a função de influência e persuasão da comunicação empresarial para exercer certos tipos de controle sobre o comportamento de seus membros individuais.

Os gestores usam medidas motivacionais para influenciar e persuadir as pessoas a comprometerem a sua excelência e os seus talentos com o objetivo. alcance dos objetivos organizacionais de forma eficaz.

Essa ação é feita por meio de diversos meios de comunicação para direcioná-los ao objetivo desejado de produtividade, cumprimento e metas dentro do tempo e recursos estipulados.

Função de Integração e Manutenção

Esta função de comunicação organizacional visa cumprir cinco objetivos:

  1. Para manter a organização em funcionamento. Isto é feito através da manutenção de uma boa gestão da cadeia de abastecimento.
  2. Para manter os membros da organização passando pelos canais. Caso contrário, os indivíduos que estão no centro das redes da organização não conseguirão processar todas as informações.
  3. Para classificar e cruzar os dados da organização. Sem esta atividade, a organização não poderia continuar a funcionar.
  4. Relacionar as diversas partes da organização com o todo e com os contextos em que devem funcionar.
  5. Para confirmar os membros individuais e a organização. As pessoas precisam acreditar que o que fazem é importante e que os outros respeitam a sua organização. Assim, é importante que o sistema de comunicação da organização reforce o senso de autoestima do funcionário. Além disso, é importante garantir aos funcionários que a organização é boa. Caso contrário, os membros individuais poderão começar a migrar para outras organizações.

Função de Compreensão e Insight

A comunicação desempenha esta função fundamental de compreensão do eu e do outro. Quando você conhece outra pessoa, você também conhece a si mesmo, e quando você conhece a si mesmo, aprende como os outros o afetam. Em outras palavras, dependemos da comunicação para desenvolver a autoconsciência.

Hora (1967) disse: “Para compreender a si mesmo, o homem precisa ser compreendido por outro. Para ser compreendido por outro, ele precisa compreender o outro.” As comunicações interpessoais, em pequenos grupos e públicas oferecem-nos inúmeras oportunidades para a descoberta de nós mesmos e dos outros.

Através de encontros de comunicação, somos capazes de aprender porque confiamos ou não, se conseguimos deixar claros os nossos pensamentos e sentimentos, em que condições temos o poder de influenciar e se podemos efetivamente tomar decisões e resolver conflitos e problemas.

Função de relação

A comunicação tem a função de construir relacionamentos significativos entre indivíduos e grupos. É através de relacionamentos eficazes que nossas necessidades físicas e sociais básicas são atendidas.

Precisamos de outras pessoas como precisamos de água. Se formos afastados do contacto humano, ficaremos desorientados e desajustados, e a nossa própria vida poderá ser colocada em perigo.

A comunicação oferece a cada um de nós a oportunidade de satisfazer a nossa necessidade de inclusão, controle e afeto. Também nos dá a oportunidade de partilhar a nossa própria realidade com pessoas da nossa própria cultura, bem como com pessoas de culturas diferentes.

Assim, relações com clientes, relações públicas, relações com funcionários, relações industriais, relações internacionais, relações sociais e outros tipos de relacionamento são construídos com a comunicação.

Os negócios funcionam perfeitamente, desenvolvendo e mantendo todos esses relacionamentos. Portanto, a comunicação desempenha a função de construir relacionamentos significativos com todas as outras pessoas dentro e fora da organização.

Função de gerenciamento de ambigüidade

Ambiguidade é o estado de ter mais de um significado possível para uma mensagem. É uma palavra ou afirmação que pode ser interpretada de mais de uma maneira. Também indica o estado de confusão e dificuldade de explicação porque envolve muitos fatores diferentes em um determinado assunto. A comunicação canaliza informações ou uma mensagem de forma concreta e clara para a outra parte.

Explica e interpreta a mensagem num significado comumente compreendido. Torna falar, ouvir e escrever simples, claro e facilmente compreensível com ações programadas em linguagem, contexto, codificação, decodificação e mídia.

Também informa sobre os fatores de ruído que interrompem a comunicação e que ajudam a tornar a comunicação eficaz.

Além disso, vários dispositivos, formulários, estruturas, regras de comunicação, etc., são desenvolvidos para evitar ambiguidades na comunicação organizacional. Essas atividades são funções de comunicação de gerenciamento de ambiguidade que criam um ambiente de comunicação eficaz.

Importância da Comunicação Empresarial

A comunicação é a força vital dos negócios. Sem comunicação não pode haver nenhum negócio. Nenhuma empresa pode desenvolver-se e sustentar-se na ausência de uma comunicação interna e externa eficaz. A comunicação também é um processo integrante das próprias funções de gestão.

Vários escritores (Melcher e Beller, 1957; Timber, 1967, etc.) trataram da interdependência entre eficácia gerencial e comunicação. A discussão a seguir sobre suas funções deixará clara a importância da comunicação empresarial:

Pin de vinculação

A comunicação empresarial une as pessoas da organização para atingir os propósitos comuns das organizações empresariais.

Ele os une como uma equipe concertada e atua como elo de ligação entre eles para funcionarem como uma unidade social. Também estabelece um relacionamento consistente com as diversas unidades de trabalho da organização e garante a igualdade no ritmo de seu desempenho e progresso.

Promoção da Eficiência Gerencial

Os gerentes desempenham certas funções para maximizar o uso dos escassos recursos organizacionais (Mintzberg, 1975). Essas funções são funções interpessoais, funções informativas e funções de decisão. Sabemos que um papel é o comportamento esperado de uma pessoa em uma posição ou status por outros. As funções são desempenhadas por meio da comunicação.

O desempenho de funções gerenciais também é executado por meio de comunicação. Assim, a eficiência da comunicação promoverá obviamente a eficiência gerencial, o que levará a organização ao sucesso.

Execução de Liderança

Liderança é o processo de dirigir e influenciar um grupo de pessoas em direção aos objetivos organizacionais. Requer comunicação para exercer influência ou direcionar a força de trabalho para que possam compreender a visão da liderança e agir em conformidade.

Todos os mal-entendidos e confusões entre as pessoas sobre questões organizacionais, bem como sobre as directivas, têm de ser rectificados para o bom funcionamento da organização. Os funcionários também devem compreender e aceitar os programas motivacionais.

Devem ser convencidos com informações sobre a justificação dos esquemas motivacionais. Todas essas tarefas de liderança são executadas com sucesso por meio da comunicação empresarial.

Investigação e Pesquisa

A investigação é um fenômeno geral da gestão organizacional. Muitos assuntos precisam ser descobertos por meio de investigação para tomar decisões apropriadas.

A pesquisa é feita para explorar oportunidades e identificar ameaças no ambiente externo para desenvolver a estratégia certa para a sustentabilidade organizacional e a prosperidade no mercado competitivo. A comunicação é o único meio que auxilia a gestão na realização de tais atividades.

Promoção de Negócios

A promoção é uma função estratégica que desenvolve imagem, informação e fidelização no mercado e amplia o mercado para o produto da organização.

Envolve publicidade, venda pessoal, promoção de vendas, publicidade e relações públicas. A comunicação empresarial executa todas essas funções relacionadas à promoção empresarial.

Negociação

A negociação é feita regularmente com fornecedores, membros do canal, sindicatos, Pequenos grupos, e outras partes interessadas para celebrar contratos ou resolver divergências.

O sucesso da negociação depende muito das habilidades de comunicação, pois o todo processo de negociação nada mais é do que comunicação. As ações de falar, ouvir, persuadir, informar, coagir, contratar, forçar e outras atividades corroborativas são realizadas com a ajuda da comunicação.

Desempenho de Funções Gerenciais

Os gerentes desempenham as funções de planejar, organizar, liderar e controlar.

Eles fazem planos com base em informações passadas e futuras, posicionam as pessoas certas através de recrutamento e seleção, delegam autoridade, estabelecem níveis de controle, coordenam atividades, lideram pessoas e as controlam com várias ferramentas e técnicas.

Essas funções são desempenhadas por meio da comunicação com pessoas que ocupam diversos cargos na organização.

As forças externas também estão conectadas à organização por meio da comunicação. Portanto, a comunicação é o recurso inevitável para a execução das funções gerenciais.

Promoção da Inovação

Inovação é uma nova ideia aplicada para iniciar ou melhorar um processo, produto ou serviço. Dá um novo uso dimensional do produto ou processo existente. A inovação proporciona uma vantagem competitiva no mercado. Os funcionários são uma fonte vital de inovação.

Portanto, as organizações incentivam as pessoas a contribuir para a inovação através do processo de comunicação.

Promoção da Colaboração

Joint ventures, alianças estratégicas, fusões, pools, etc., são as demandas do dia. A globalização torna estas acções mais essenciais para a sobrevivência de uma empresa numa economia cada vez mais livre.

A troca de informações, ideias e mutualidade são os fundamentos para o desenvolvimento de interações favoráveis ​​para promover empreendimentos colaborativos entre empresas do mesmo país ou de diferentes países em todo o mundo. A comunicação empresarial promove essas atividades colaborativas através de sua função relacional.

Trazendo Mudança

A mudança é inevitável em todas as organizações. No entanto, as pessoas geralmente resistem à mudança devido a muitas razões racionais ou irracionais.

Portanto, trazer mudanças na organização exige muitas atividades para neutralizar a resistência. A gestão de mudanças utiliza muitas técnicas frutíferas para influenciar as pessoas a aceitarem as mudanças. Todas essas técnicas são baseadas na comunicação.

Portanto, nenhuma mudança pode ocorrer sem comunicação.